A atriz Maria do Céu Guerra propõe uma forma diferente de conhecer um dos autores russos mais amados e mais representados em teatro, por todo o mundo: Anton Tchekov (1860-1904)No dia 14 de novembro, às 21h30, a veneranda atriz leva ao palco a peça “A Ilha de Sacalina”. Esta peça, escrita em 1890 resulta de uma árdua jornada de comboio, em carruagens e em navios em direção ao Extremo Oriente de uma Rússia semifeudal, quase no final do período czarista que levou o médico e escritor à colónia penal de Sacalina, onde passou três meses a entrevistar reclusos para um recenseamento de indivíduos.

Escrita ao longe de apenas dois meses, esta é considerada uma das suas melhores obras, onde Tchekov nos dá a conhecer não uma classe média em mutação (como acontece com os personagens de traços carregados que caracterizam a maior parte das suas obras), mas a realidade do cárcere, dos carcereiros, dos encarcerados e das injustiças e crueldade judiciária que marcaram aquela época no império czarista.

A obra é uma análise da condição humana sem que o autor teça alguma espécie de julgamento ou exerça qualquer tipo de influência sobre as ideias, ideais ou convicções dos reclusos entrevistados.

A companhia de teatro “A Barraca” está sediada no Teatro Cinearte, no Largo de Santos nº 2, em Lisboa.

Horário: Quarta a Sábado às 19h00  / Domingo às 17h00

Bilhetes:
Bilhete normal: 15,00 €
Estudantes, Profissionais de Teatro, menores de 25 e Maiores de 65 anos: 10,00 €
Quinta-Feira: 10 € (Preço Único)

Bilheteira:
213965360 / 968792495 / bilheteira@abarraca.com

Classificação Etária: M/12

Programa completo + Elenco

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.