Mais de 600 representantes de 250 municípios europeus são amanhã esperados em Lisboa para o Festival Urbact, que quinta e sexta-feira procura soluções para o futuro sustentável das cidades.A estratégia BIP ZIP e o programa Lojas com História são dois dos exemplos a analisar num conjunto de iniciativas que começaram já ontem, em reuniões de especialistas e responsáveis autárquicos que antecederam o programa deste festival.  

Cerca de 600 representantes de 250 diferentes municípios europeus chegam amanhã, dia 13, a Lisboa para o URBACT City Festival (http://2018cityfestival.urbact.eu/), a reunião anual das cidades sobre as políticas para um desenvolvimento urbano sustentável. De que forma devem evoluir para se tornarem mais igualitárias, mais capazes de acolher novos habitantes, de atrair novos campos de atividade, combater o desemprego, preparar o embate das mudanças climáticas. E como fazer tudo isto com menos e de forma responsável? São estas as perguntas que as cidades se colocam a si mesmas, de forma premente, e que são discutidas em rede na URBACT.

A 3ª edição do URBACT City Festival congrega o trabalho feito nos últimos três anos por 20 redes internacionais e mais 210 cidades europeias. Lisboa será assim a montra de soluções desenhadas e testadas pelos parceiros, como formas de atuação inovadoras e inteligentes para a resolução dos problemas urbanos.

A Estratégia de Desenvolvimento Local – BIP ZIP (http://urbact.eu/estratégia-de-desenvolvimento-local-para-bairros-e-zonas-de-intervenção-prioritária-bip zip), e o programa Lojas com História (http://urbact.eu/lojas-com-história), da Câmara Municipal de Lisboa, são duas das boas práticas em destaque, entre outras escolhidas por estas agência europeia como exemplos para a discussão do que deve ser o futuro das cidades.

As sessões no Pátio da Galé, local principal do festival, começam com a sessão de abertura às 9h30 e serão intercaladas com visitas externas que vão permitir os participantes compreender melhor Lisboa e explorar os diferentes aspetos dos seus desenvolvimentos recentes.

Desde 2015, o Festival URBACT É um dos principais eventos europeus na agenda do desenvolvimento urbano, reunindo as pessoas e entidades que estão a explorar novos territórios no pensamento e nas políticas urbanos, tanto ao nível mais próximo em termos locais, como nos níveis mais alargados de intervenção.

O URBACT permite que as cidades trabalhem em conjunto para desenvolver novas e sustentáveis soluções para grandes desafios urbanos, através de redes, partilha de conhecimento e construção de capacidades para os profissionais urbanos. Este programa europeu de cooperação territorial promove o desenvolvimento urbano integrado sustentável nas cidades de toda a Europa. É financiado pelo Fundo Europeu de desenvolvimento regional e pelos Estados-Membros e parceiros da UE desde 2002.

A realização do festival foi antecedida por uma reunião, terça e quarta-feira, que juntou as cidades de Aalborg (DK) e Bari (IT), Ostrava (CZ), Lublin (PL), Sofia (BG), Haia (NL) e Lille (FR), interessadas não só em conhecer, mas também partilhar a estratégia BIP ZIP lançada pela Câmara Municipal de Lisboa.

A ideia era dar a conhecer o exemplo de Lisboa como boa prática de desenvolvimento urbano e os resultados que daqui estão a sair. Um trabalho comum que se pode ver tanto nas formas de envolvimento de entidades locais e da própria comunidade, como nos mais de 300 projetos concretos já no terreno, salientaria na sessão de abertura a Vereadora Paula Marques.

A estratégia de desenvolvimento local desenvolvida pela CML foi considerada uma referência internacional na gestão de cidades pela rede URBACT, que a tem levado até aos seus parceiros. É no âmbito deste esforço que decorreu o  encontro na capital portuguesa, permitindo aos representantes das oito cidades presentes saber não só o que é a estratégia BIP ZIP, mas também os instrumentos que usa – desde a Carta BIP ZIP, definindo bairros (BIP) e zonas de intervenção prioritária (ZIP), ao programa de parcerias locais (Energia BIP ZIP), e à rede de GABIPS (Gabinetes que reúnem os parceiros local para pensar e dar apoio a determinado território).

 O Bairro Padre Cruz, onde a estratégia BIP ZIP tem estado presente desde o início da requalificação desde que é o maior bairro da península ibérica, foi o primeiro ponto do conjunto de visitas e encontros realizados.

 Programa do Festival

http://2018cityfestival.urbact.eu/