Depois de terem sido criadas em 1959, as freguesias do Alto do Pina e de São João de Deus vieram a conhecer novo destino com a reforma administrativa de 2012, que entrou em pleno funcionamento após as eleições autárquicas de 2013.

Neste ato eleitoral, os habitantes destas duas zonas de Lisboa votariam apenas para a nova freguesia: Areeiro Atualmente, Areeiro tem pouco mais de 20 mil habitantes e 1,70 km2 de área, mas a história, essa, pertence às freguesias antigas.

O Alto do Pina era a zona onde pontuavam monumentos como a Fonte Luminosa da Alameda e artérias importantes como a Avenida Almirante Reis, a Avenida Almirante Gago Coutinho ou o emblemático “Bairro dos Atores”.

Foi justamente na década de 30 do século XX que o Engenheiro Duarte Pacheco, ministro das Obras Públicas e Presidente da Câmara de Lisboa, tomou a iniciativa de prolongar da Avenida Almirante Reis até à Praça do Areeiro, nascendo então a Alameda D. Afonso Henriques.

A Fonte Monumental era maior da Europa na altura e foi construída para celebrar a entrada das águas do vale do Tejo na cidade de Lisboa.
Já em São João de Deus, o destacavam-se a Praça de Touros do Campo Pequeno e a Igreja São João de Deus, e onde se cruza a Praça de Londres, Avenida João XXI ou a Avenida de Roma.

A grande maioria destes traçados foram projetados e implementados pela Câmara de Lisboa, com o objetivo de controlar o ordenamento e tornar esta área mais cosmopolita e adequada ao caráter europeu da cidade de Lisboa.

Outras informações