Aos 80 anos, o presidente da união de freguesias decidiu não se recandidatar a um novo mandato. Armindo Fernandes é o candidato da CDU que se segue.

“Nunca estive nem estou de acordo com a reforma administrativa que uniu Ramada e Caneças”, diz Ilídio Ferreira.

Para presidente da União de Freguesias de Ramada e Caneças “nunca se pôde misturar azeite com água”.

Como explica o autarca, “Ramada é uma comunidade com 27 anos e a da Caneças tem mais de cem anos”.

E acrescenta: “as condições são totalmente diferentes”, acrescenta. Desta forma, “a separação das duas freguesias é inevitável”.

Ramada – Fonte Luminosa

Caneças – Jardim central

Segundo Ilídio Ferreira, “todas as forças políticas na união de freguesias votaram a favor para que Ramada e Caneças fossem separadas antes das eleições autárquicas deste ano”.

Contudo, a proposta de revisão da reforma administrativa das freguesias foi chumbada no parlamento pelo PS, PSD e CDS, e dizem que só deverá avançar em concreto na próxima sessão legislativa.

O autarca lamenta: “deviam nos ter ouvido”. Isto porque “o fundamental é o respeito por aquilo que cada comunidade é. E quem decidiu a reforma administrativa não teve respeito”.

Nota de redação:  Excerto de entrevista a publicar em “Olhares de Lisboa” – Especial Odivelas / setembro 2017

Divulgação / Convite