“AJUDA-ME A NÃO TER MEDO” NO TEATRO LUÍS DE CAMÕES COM APOIO DA CÂMARA DE LISBOA

O TIS – Teatro de Inclusão Social estreia na próxima quinta-feira a peça teatral “Ajuda-me a não ter medo”, no LU.CA – Teatro Luís de Camões, apoiado pela Câmara de Lisboa, que pretende chamar a atenção para o trabalho artístico que está a ser desenvolvido para a inclusão social de pessoas adultas com doença mental.

Na próxima quinta-feira, 28 de julho, às 19.30 horas, estreia o espetáculo “Ajuda-me a não ter Medo” no Teatro Luís de Camões – LU.CA (Calçada da Ajuda 76 80 – Lisboa), baseado na obra “Ensaio sobre a Cegueira” do Nobel de Literatura José Saramago. Este evento do projeto TIS – Teatro de Inclusão Social, com realização do Teatro Umano e da AASPS – Associação de Apoio e Segurança Psico-social, é financiado pela Câmara Municipal de Lisboa dentro do programa BIP/ZIP – Bairros e Zonas de Intervenção Prioritária de Lisboa 2021.

A apresentação do espectáculo “Ajuda-me a não ter Medo” faz parte da proposta artística-social desenvolvida pelo projeto TIS – Teatro de Inclusão Social, com o objetivo principal é desenvolver um trabalho artístico para a inclusão social, com pessoas adultas com doença mental a par de diversas situações de vulnerabilidade social.

Com este projeto, procura-se fomentar uma intervenção em saúde mental, através do teatro reforçando assim a coesão social, o diálogo entre diferentes, estimulando ainda o desenvolvimento pessoal e interpessoal, promovendo assim uma mudança social.

O projeto é financiado pela Câmara Municipal de Lisboa, em parceria com a Associação Portuguesa de Dramaterapia Integrativa; Santa Casa da Misericórdia de Lisboa; CIAC-UAb Centro de Investigação em Artes e Comunicação pólo Universidade Aberta; Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Etnia Cigana; AGIRXXI- Associação para a Inclusão Social; Associação Wamãe e Centro em Rede de Investigação em Antropologia (CRIA) da Universidade de Lisboa.

A entrada no espetáculo é feita mediante reserva de ingressos, que pode ser efetuada através dos telefones: 213 630 884 ou 933 597 412. Lotação máxima: 120 lugares.






1 COMENTÁRIO

Quer comentar a notícia que leu?