AMADORA COMEMORA DIA NACIONAL DOS MOINHOS COM «VELAS AO VENTO»

Este ano, moleiros e entusiastas de todo o país, vão colocar simbolicamente os moinhos em funcionamento, para dizer presente e mostrar a força viva deste Património! A Amadora, que em tempos integrava a cintura moageira de Lisboa, vai promover a, 7 abril, a Oficina “Ao sabor do vento” e, no dia 9 abril, realiza visitas orientadas ao Núcleo Museológico do Moinho do Penedo.

No âmbito das comemorações do Dia dos Moinhos (7 de abril) e Dia dos Moinhos Abertos (9 de abril), o Museu Municipal de Arqueologia associa-se à 14.ª edição da iniciativa Moinhos Abertos de Portugal, da Rede Portuguesa de Moinhos, e promove duas atividades que pretendem dar a conhecer o património molinológico municipal.

O Núcleo Museológico do Moinho do Penedo localiza-se na freguesia da Mina de Água e é o único moinho de vento do concelho disponível para visitas ao público. Foi recuperado em 1998, e é composto por uma estrutura de torre fixa circular construída com a pedra basáltica da região, com dois pisos, o térreo e o de moagem, ligados por uma escada. A entrada e as janelas são constituídas por pedra calcária e no seu interior podemos observar os arganéis que serviam para fixar o capelo.

Os moinhos de vento marcam até aos nossos dias a paisagem da cidade da Amadora, hoje, na grande maioria, ruínas, são a prova da existência de uma forte atividade moageira que marcou outrora a região: a chamada Cintura Moageira Pré-industrial de Lisboa. Este complexo composto por mais de uma centena de Moinhos de Vento chegou a produzir 21.000 a 32.200 toneladas de farinha por ano, que se destinava sobretudo a suprir o grande défice de pão que existia na capital.

O programa das comemorações do Dia Nacional dos Moinhos e Dia dos Moinhos Abertos na Amadora é o seguinte:

Dia 7 de abril (quinta-feira) – Dia Nacional dos Moinhos





10h00/12h00 e 14h30/16h30 – Realização de oficina “Ao sabor do vento”. «Nem só de vento vive o homem, mas na Amadora do século XVIII, muitos dependiam dele para obter farinha e comer pão. Vamos saber como se aproveitava o vento nesta época e porque temos tantos moinhos na Amadora. Tudo isto num moinho de verdade!»

Destinatários: grupos organizados

Local: Núcleo Museológico do Moinho do Penedo – Rua Dr. Azevedo Neves, Alto do Moinho do Penedo

Dia 9 de abril (sábado) – Dia dos Moinhos Abertos

10h00 e 15h00 – Visitas orientadas ao Núcleo Museológico do Moinho do Penedo

Destinatários: participantes individuais e famílias

Local: Núcleo Museológico do Moinho do Penedo – Rua Dr. Azevedo Neves, Alto do Moinho do Penedo

Estas iniciativas são realizadas em colaboração com a Rede Portuguesa de Moinhos, com participação gratuita.

Marcação prévia. Email: museu.arqueologia@cm-amadora.pt ou telefone: 214 369 090.

Quer comentar a notícia que leu?