CÂMARA DE LISBOA GARANTE APOIOS ÀS MARCHAS POPULARES

A Câmara Municipal de Lisboa aprovou hoje, em reunião de Câmara, os meios financeiros necessários e adequados ao financiamento das diversas atividades inerentes à preparação e execução das marchas populares, que vão participar no desfile no pavilhão e na Avenida da Liberdade.

Foi hoje aprovada, por unanimidade, em reunião da Câmara Municipal de Lisboa «o necessário apoio para cada uma das coletividades que participa na organização e apresentação das Marchas Populares», porque o «conjunto de ações a desenvolver pelas entidades envolvidas na apresentação das Marchas Populares exige a transferência atempada dos recursos financeiros a disponibilizar, tendo em vista uma organização estável e com a necessária antecedência deste evento».

Por isso, o município de Lisboa, à semelhança dos anos anteriores à Pandemia, «continua a apoiar a realização daquelas Marchas através da disponibilização dos meios financeiros necessários e adequados ao financiamento das diversas atividades inerentes à sua preparação e execução», afirma a autarquia em comunicado.

A realização das Marchas Populares constitui uma referência cultural importante na celebração das Festas da Cidade de Lisboa e, simultaneamente, um fator de promoção da atividade económica de grande número de entidades ligadas à vida dos bairros históricos da Cidade.

A situação pandémica dos últimos dois anos impediu a realização das Marchas Populares sendo desejo coletivo que estas voltem à rua, voltando a valorizar e a viver as tradições da cidade.

O comunicado lembra que, nos anos de 2020 e 2021, com o objetivo de minimizar os prejuízos das coletividades com a não realização das Marchas Populares foram atribuídos apoios extraordinários às coletividades para conseguirem fazer face aos prejuízos económicos causados e de modo a garantir que estas entidades se mantinham em funcionamento.





Quer comentar a notícia que leu?