DIA MUNDIAL DO SANEAMENTO É COMEMORADO COM AÇÕES DA TEJO ATLÂNTICO

0

A data comemorativa foi proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, em 2013, e reflete a preocupação humanitária pela defesa dos direitos do indivíduo no acesso ao saneamento da água.

“Não utilize a sanita como caixote do lixo” – é o que se lê no suporte de comunicação para portas que a Tejo Atlântico criou, para conscientizar sobre o uso correto da água na casa de banho. O aviso, feito para ser pendurado na porta da casa de banho, faz parte de um conjunto de ações que a empresa fará amanhã para comemorar o Dia Mundial do Saneamento.

De acordo com a empresa, “A carência de serviços de água e saneamento é uma ameaça à saúde, à erradicação da pobreza e ao desenvolvimento económico e social.”. Por isso, a data será assinalada com ações que promovam boas práticas ambientais, como forma de “melhorar a relação das pessoas com as sanitas, relembrando que estas não são locais onde se deve colocar lixo – para o bem das redes de saneamento e para a eficácia do serviço ‘invisível’ prestado pelas ‘fábricas de água’.

Nesta primeira fase, foram produzidos cerca de 100.000 suportes de portas, que serão distribuídos através de vários meios, nos respetivos SMAS e Serviços Municipais dos 23 municípios servidos pelo sistema gerido pela Tejo Atlântico. Nas redes sociais da empresa, será criado um desafio para quem quiser solicitar o suporte de WC e queira partilhar uma fotografia de sua porta.

Campanha informativa para além das redes sociais

Lisboa, que é a Capital Verde Europeia, apoia a campanha, que poderá ser vista também nas ruas. Em parceria com a Câmara Municipal, a Águas do Tejo Atlântico lançará a ação “Já pensou no que acontece quando carrega neste botão?”, novamente para promover a conscientização do uso correto da sanita. O objetivo principal é alertar para a colocação indevida de resíduos na sanita, bem como mostrar a importância dos serviços de tratamento de água, que é essencial para a saúde pública e para o meio ambiente. Esta campanha iniciará no dia 25 de novembro na rede de Mupis da Câmara Municipal de Lisboa, e nos Tomis, e poderá ser vista em 55 pontos da cidade e nas redes sociais.


“O comportamento de cada indivíduo é essencial para a melhoria das condições ambientais, e um contributo para o desenvolvimento das cidades verdes”, é o que consta no comunicado da companhia.

Para finalizar, dirigidos aos mais novos e integrada no Programa Eco-Escolas, em parceria com o município de Vila Franca de Xira, no dia 19, às 10:45h, será realizada uma sessão de sensibilização por videoconferência sobre o destino da água usada, o papel da Tejo Atlântico na economia circular e na preservação dos recursos hídricos. De tarde, em Torres Vedras, no âmbito do Projeto “O mar começa aqui” da ABAE, em parceria com os SMAS de Torres Vedras, o graffiter Marcelo Gomes vai pintar uma sargeta junto à Escola Secundária Henriques Nogueira, em Torres Vedras, concluindo, assim, os trabalhos de pinturas das sargetas, iniciados no Dia Nacional do Mar.

Escreva aqui o seu comentário...