Deste as crianças do primeiro ano do ensino básico aos seniores, todos podem participar nas Olisipíadas de Lisboa. Está foi a novidade anunciada pelo vereador do Desporto, Carlos Castro, durante a entrega dos prémios da 5ª edição deste evento.

Junta de Freguesia de Alcântara | Vencedora da 5ª edição das Olisipíadas

No próximo ano, a 6ª edição das Olisipíadas vai contar, pela primeira vez, contar com a participação de equipas formadas por seniores e por crianças do primeiro ano do ensino básico. Até aqui, este evento desportivo lisboeta, que este ano contou com a participação de 15 mil crianças, era dirigido aos alunos do ensino básico.

A quinta edição das Olisipíadas assinalou a maior participação de sempre na festa do Desporto da cidade. Entre janeiro e maio, foram registadas cerca de 17.600 inscrições, divididas pelas 24 freguesias de Lisboa.

Carlos Manuel Castro, vereador do Desporto, assinalou a importância das Olisipíadas na promoção das mais diversas modalidades, desde o ciclismo, ténis de mesa, xadrez, às modalidades paralímpicas de atletismo, boccia, goalball e natação, prevendo que, em 2020, este evento tenha a participação de 20 mil pessoas.

As Olisipíadas são organizadas pela Câmara Municipal de Lisboa e juntas de freguesia, em parceria com os Comités Olímpico e Paralímpico de Portugal, associações e federações desportivas, clubes e agrupamentos escolares. Assim, de fevereiro a maio, o desporto e a alimentação irão juntos proporcionar uma vasta programação de atividades que serão desenvolvidas em vários locais da cidade, dirigidas a todos os que queiram participar.

Desta forma, a Câmara Municipal de Lisboa volta assim a trazer o desporto para o centro da cidade e da vida das crianças e jovens dos 5 aos 14 anos e também dos mais velhos (séniores).

As Olisipíadas, que aliam a identidade da cidade (Olisipo) e o espírito das Olisipíadas, proporcionam a competição de 13 modalidades oficiais e 4 modalidades adaptadas, para além das de mais de 20 modalidades de experimentação, inseridas num programa de atividades a realizar localmente de acordo com a organização das 24 juntas de freguesia

Movimento social

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, que presidiu à cerimónia de entrega dos prémios da 5ª edição das Olisipíadas, realçou: «este evento desportivo é já um dos maiores movimentos sociais de Lisboa, envolvendo pais, alunos, escolas, juntas de freguesia e várias entidades e instituições».

Do ponto de vista do presidente da edilidade, «as Olisipíadas contribuem para criar hábitos de vida mais saudáveis». Para o autarca, «o desporto é uma grande escola de formação dos cidadãos».

Por seu turno, o vereador do Desporto, Carlos Castro, aproveitou a ocasião para anunciar algumas novidades, nomeadamente o alargamento das Olisipíadas às crianças do 1º ano do ensino (antiga 1ª classe) e aos mais velhos (seniores), o que considerou como «sendo um projeto inovador».

Segundo Carlos Castro, a 6ª edição das Olisipíadas vai ter um «leque mais alargado de modalidades» e vai existir «uma abordagem aos jogos Olímpicos, que se realizam no próximo ano no Japão».

Para Fernando Medina e Carlos Castro, o «importante é que todos as crianças e jovens lisboetas tenham um conhecimento e vivência de todas as modalidades desportivas».

O representante do Instituto Português do Desporto e Juventude, Carlos Pereira, referiu-se à evolução do desporto em Portugal, realçando que, nas últimas décadas, «se tem feito muita coisa pelo desporto no nosso país», mas, mesmo assim, continuamos «no último lugar na prática e na vivência das atividades desportivas».

Carlos Pereira sublinhou que «Lisboa é um exemplo notável na promoção do desporto, fazendo uma abordagem pró-ativa do desporto».

Prémio Espirito Desportivo | Junta de Freguesia de Campo de Ourique

No decorrer da cerimónia foram entregues vários prémios de participação e mérito desportivo às juntas de freguesia e escolas participantes. Os autores do hino das Olisipíadas, «Os Anjos», também foram agraciados.

Quer comentar?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.