ERVANÁRIA SANTA FILOMENA E ERVANÁRIA SÃO JOÃO DE BRITO ALIAM MODERNIDADE AOS REMÉDIOS TRADICIONAIS

0

Desde o início da pandemia disparou a procura pelos suplementos de reforço do sistema imunitário, afirma Carla Capela, proprietária de duas das mais conceituadas ervanárias de Lisboa, Ervanária Santa Filomena e Ervanária São João de Brito, em Alvalade.

«Ligada aos saberes tradicionais, adquiridos ao longo de gerações, a utilização de plantas com finalidades medicinais é tão ancestral quanto a existência humana. Muitos dos princípios ativos presentes em plantas medicinais são extraídos ou servem de molde a moléculas produzidas por síntese química para grande número de fármacos utilizados pela medicina convencional, o que mostra uma correlação entre a sua utilização terapêutica moderna e o uso tradicional», salienta Carla Capela, proprietária da Ervanária São João de Brito e da Ervanária Santa Filomena, no bairro de Alvalade, em Lisboa.

Aliando antiguidade com modernidade e a unir gerações desde 1954, no caso da Ervanária Santa Filomena, e desde 1973, na Ervanária São João de Brito, estas duas lojas de produtos naturais e dietéticos têm garantido, ao longo de décadas, produtos seguros e saudáveis, acompanhando a evolução das necessidades do consumidor, e tornando-se numa referência no mundo dos Chás e Plantas Medicinais em Lisboa, atingindo uma grande notoriedade junto dos lisboetas.

Além do emprego das plantas medicinais sob a forma de infusões, simples ou compostas, as plantas também são comercializadas sob fórmulas nutracêuticas mais elaboradas: comprimidos, cápsulas, soluções orais, extratos, ampolas, entre outros, fabricados em laboratórios creditados. De facto, tanto na Ervanária Santa Filomena como na Ervanária São João de Brito, encontra-se uma vasta oferta de suplementos alimentares, produtos homeopáticos, óleos essenciais, biocosmética, alimentação selecionada e outros artigos nacionais e importados. De referir, ainda, que nestes estabelecimentos existem produtos terapêuticos e de higiene para animais de estimação.

Como nos explica Carla Capela, os suplementos naturais destinam-se a complementar e enriquecer um regime alimentar variado e a fornecer nutrientes, como vitaminas, minerais, fibras, aminoácidos, ácidos gordos essenciais, entre outras substâncias com o intuito de suprir carências e promover a saúde e bem-estar do indivíduo.

Segundo a proprietária, a Fitoterapia (o estudo dos efeitos medicinais das plantas e da sua utilização na prevenção e cura de doenças), e a alimentação são a base da prática da Medicina Natural, e na sua perspetiva, são a resposta ideal aos “males modernos” como o stress, a obesidade ou os problemas de sono, evitando os efeitos colaterais indesejados de alguns medicamentos.





Dispondo de uma grande variedade de suplementos alimentares, selecionados de acordo com elevados padrões de conhecimento e qualidade e com uma longa tradição e experiência no ramo, as duas Ervanárias garantem rigor no aconselhamento técnico e uma assistência personalizada, utilizando as plantas com fins medicinais, para a prevenção e tratamento de disfunções orgânicas e, como refere Carla Capela, «esta é uma das mais antigas formas de prática terapêutica da humanidade». Aliás, a Organização Mundial de Saúde (OMS) revelou que 65 a 80% da população rural dos países em desenvolvimento depende das plantas medicinais como única forma de acesso aos cuidados básicos de saúde.

Neste momento, em que o mundo está a atravessar uma crise sanitária, os produtos naturais de fortalecimento da imunidade são dos mais vendidos desde que se começou a ouvir falar no novo coronavírus. Notando-se uma crescente procura de produtos para a ansiedade e depressão, consequência do isolamento social e das dificuldades de adaptação a um novo modo de viver, como adianta Carla Capela.

A quantidade de clientes em loja diminuiu, mas há ainda quem aproveite, quando a carteira assim o permite, para fazer umas compras de suplementos alimentares, produtos de higiene pessoal e ainda, produtos para os animais de companhia.

 

 

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here