GREVE DA CP AFECTA NATAL DOS LISBOETAS

0

Os serviços mínimos da greve dos trabalhadores da CP dos próximos dias 24 e 25 incluem a circulação de quase 190 comboios, nos serviços urbanos de Lisboa, nos urbanos do Porto, na Linha de Cascais e na Linha de Setúbal.

Em relação aos urbanos de Lisboa, haverá em relação à Azambuja oito comboios, em Castanheira do Ribatejo sete em sentido ascendente e oito em sentido descendente, enquanto entre Sintra e Alverca devem existir em cinco comboios.

Para Sintra-Lisboa Oriente devem circular 13 comboios em cada sentido e entre Lisboa Rossio e Meleças quatro comboios em cada sentido. Já entre Sintra e Lisboa Rossio deverão existir oito comboios em cada sentido.

Na Linha de Cascais foi determinada a existência de 15 comboios no sentido Cais do Sodré/Cascais e 16 no sentido oposto, enquanto para Oeiras ficaram determinados oito comboios em cada sentido.

Na base da definição dos serviços públicos está a duração de «dia e meio e, considerando especialmente a época natalícia em que ocorrerá».

O tribunal referiu ainda haver «meios alternativos de transporte com aptidão à satisfação de necessidades sociais impreteríveis», de acesso a cuidados de saúde e serviços de segurança, pelo que não acedeu à solicitação de circulação «nos termos amplos dos serviços mínimos propostos pela CP, que ainda não revelou quais os horários dos serviços mínimos previstos.





A transportadora estima também perturbações na circulação dos comboios no dia 26 de dezembro.

 

Escreva aqui o seu comentário...