GREVE NO METRO DE LISBOA VAI PARAR LISBOA ATÉ ÀS 10 HORAS

0

A greve da generalidade dos trabalhadores do Metropolitano decorre até às 09h30 de quinta-feira, estando previsto que o serviço de transporte seja iniciado nesse dia a partir das 10h15.

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa realizam manhã, quinta-feira, uma greve parcial para exigirem valorizações salariais, estando previsto que a circulação de comboios se inicie apenas a partir das 10h15, estando previsto que o serviço de transporte seja iniciado nesse dia a partir das 10h15, segundo anuncia o Metropolitano de Lisboa.

Por seu turno, o sector administrativo e técnico fará greve entre as 09h30 e as 12h30, sem impacto na circulação do metropolitano, disse à Lusa Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (Fectrans).

O pré-aviso de greve foi entregue após uma reunião com o Conselho de Administração da empresa, realizada em 02 de junho, na qual não foi possível chegar a um entendimento sobre o estrito cumprimento e a prorrogação da vigência do Acordo de Empresa.

A valorização dos salários, as progressões nas carreiras e o preenchimento imediato do quadro operacional são outras exigências dos trabalhadores, que denunciam uma situação de bloqueio da contratação coletiva. Estes foram também os motivos de uma greve parcial realizada pelos trabalhadores do Metropolitano em 25 de maio.

A greve no Metropolitano de Lisboa vai ter reflexos no serviço de transporte da Transtejo/Soflusa (TTSL), responsável pelas ligações fluviais entre Lisboa e Setúbal, que também irá ter paralisações hoje, no âmbito de plenários de trabalhadores para fazer «o balanço das lutas até agora desenvolvidas e como continuar a mobilização pela revisão dos Acordos de Empresa», revelou a Fectrans.





DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here