OEIRAS PREMEIA TRABALHO SOBRE DOENÇAS INFECIOSAS

0

O prémio da 1ª edição do Oeiras – ERC Frontier Research Incentive Awards foi atribuído a Miguel Soares, investigador do Instituto Gulbenkian de Ciência. Financiado pela Câmara de Oeiras, pretende aumentar a atratividade de Portugal para fazer ciência

Miguel Soares, investigador principal do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), que se tem destacado no estudo da tolerância à doença, sépsis e malária, foi o vencedor da 1ª Edição do Prémio ERC-Oeiras, com o valor de 240 mil euros, anunciou, a Câmara Municipal de Oeiras.

Segundo a autarquia, este prémio reconhece o mérito do projeto de Miguel Soares «submetido a concurso ao European Research Council (ERC), permitindo-lhe dar continuidade ao trabalho de investigação dedicado às doenças infeciosas causadas por vírus, bactérias ou parasitas, como a sépsis, uma das principais causas de morte a nível global».

As bolsas ERC encontram-se entre as mais prestigiadas fontes de financiamento de ciência do mundo. Em 2020 foram selecionadas e financiadas apenas 818 propostas de um total de 6320 candidaturas. Este concurso altamente competitivo resultou na atribuição, em Portugal, de 13 destas Bolsas, sendo que algumas propostas classificadas como excelentes ficaram por financiar apenas por falta de verba.

O Prémio ERC-Oeiras destina-se – adianta o comunicado da edilidade – «a investigadores que fazem ou planeiam vir fazer a sua investigação em instituições do concelho de Oeiras e que submeteram candidaturas consideradas como excelentes pelo ERC, mas que não tiveram financiamento por indisponibilidade de fundos», sendo de realçar o facto de permitirem aos investigadores terem «meios para continuar a sua investigação de ponta, comprometendo-se a submeter nova proposta a financiamento pelo ERC no espaço de 2 anos».

A 2ª edição do Prémio ERC-Oeiras já se encontra aberta e irá incidir sobre os concursos ERC cujos resultados serão anunciados durante 2021 e início de 2022, sendo elegíveis os investigadores de todas as áreas científicas que concorreram ou venham a concorrer a financiamento do ERC e que atinjam a segunda fase do respetivo processo de seleção.





O ERC Oeiras é um prémio financiado pelo Município de Oeiras, atribuído anualmente, que pretende apoiar a investigação científica, captar e reter talento no concelho de Oeiras e aumentar a atratividade de Portugal para fazer ciência. «Uma iniciativa bandeira que pretende destacar Oeiras como concelho inovador e impulsionador de iniciativas de cariz científico», salienta o comunicado emitido pela autarquia, acrescentando que «são uma iniciativa que financia candidatos de qualquer área científica de Instituições sediadas em Oeiras que tenham apresentado candidaturas avaliadas como excelentes a bolsas individuais ao Conselho Europeu de Investigação (European Research Council – ERC)».

A iniciativa é financiada pelo Município de Oeiras e coordenada pelo Centro Colaborativo Gulbenkian do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), através de uma comissão constituída por elementos da Câmara Municipal de Oeiras, Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier (ITQB NOVA) e Instituto Superior Técnico (IST).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here