QUELUZ DE BAIXO TEM DUAS NOVAS PRAÇAS

0

O presidente da Câmara de Oeiras inaugurou duas praças em Queluz de Baixo, freguesia de Barcarena, tendo anunciado ainda que o Rossio de Porto Salvo vai ter o projeto concluído no final do corrente ano e que o projeto para a requalificação da Praça do Largo 5 de outubro, em Oeiras, já foi aprovado

Na freguesia de Barcarena, em Oeiras, nasceram ontem, ao fim da tarde, duas novas praças urbanas. Isaltino Morais presidiu, em primeiro lugar, à cerimónia de requalificação urbana da praça da Escola, na Estrada Consiglieri Pedroso e, posteriormente, à da Praça Restani, ambas em Queluz de Baixo.

Num dia plenamente preenchido, que terminou com um concerto do Emanuel na nova Praça Restani, Isaltino Morais, aproveitou a ocasião para anunciar que o Rossio de Porto Salvo «terá o projeto concluído no final do corrente ano» e que o projeto para a requalificação da Praça do Largo 5 de outubro, em Oeiras, foi já aprovado. Por outro lado, o autarca revelou ainda que já foi aprovada, em reunião de Câmara, a abertura do procedimento para o projeto da Praça dos Lusíadas, em Linda-a-Velha, e que o projeto para «a Praça da Música, também em Linda-a-Velha, deverá conhecer um forte impulso até ao final do corrente ano», o mesmo deve suceder com os projetos da Praça dos Largo Alves Redol, em Caxias, da Praça Verney, em Oeiras, e da Praça das Portas de Algés, atualmente em recolha de propostas dos munícipes, salientou.

Segundo defendeu o chefe do executivo de Oeiras, a requalificação realizada na Estrada Consiglieri Pedroso permitiu a criação da nova praça, da Escola, para fruição da população, uma zona ampla que inclui zonas de circulação pedonal, outras de estadia e equipamentos de lazer.

Esta intervenção, orçada em 300 mil euros, permitiu requalificar o espaço público na área envolvente à fachada principal do edifício do Centro de Juventude, anteriormente delimitada por muros, nos arruamentos confinantes, na área adjacente à secção de limpeza (antigos lavadouros) e na envolvente ao edifício localizado a sul da estrada Consiglieri Pedroso.

Em relação à Praça Restani, localizada na Estrada Consiglieri Pedroso, o autarca referiu que ele irá permitir múltiplas atividades, beneficiando de uma situação de anfiteatro. A par do espaço livre, foram criadas áreas de estadia, devidamente enquadradas por pequenos núcleos de árvores, que “acolhem” bancos numa situação de ensombramento mais favorável à permanência e convívio de pessoas.





Nesta ampla praça, fronteira à ruína do palácio (a qual foi isolada com uma vedação para garantir a inacessibilidade e a segurança de pessoas até à sua recuperação numa fase posterior), foram também criadas algumas zonas verdes de enquadramento que delimitam e protegem a área da praça de alguma perturbação visual e sonora do exterior. Esta obra implicou um investimento municipal de 685 mil euros.

Entre as duas inaugurações, Isaltino Morais ainda teve tempo para visitar a obra de requalificação da Câmara Municipal na Alameda Armindo Carvalho (Queluz de Baixo), um arruamento pedonal confinante com uma bolsa de estacionamento, na zona urbana a norte da Estrada Consiglieri Pedroso, tendo já sido intervencionados os espaços ajardinados e colocado mobiliário urbano, bem como os Espaços de Jogo e Recreio de forma a garantir as melhores condições para a sua fruição em segurança.

O presidente da Câmara de Oeiras informou ainda que, após esta fase, vão ser colocados pavimentos pedonais confortáveis e que vai ser repavimentada a bolsa de estacionamento. O valor total desta intervenção é de cerca de 130 mil euros.

Para melhor identificar as condições acústicas da praça, o dia terminou com um concerto do Emanuel, na nova Praça Restani.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here