TELMA MONTEIRO DE OURO E JOÃO CRISÓSTOMO DE BRONZE

0

O primeiro dia do do campeonato europeu de judo, a decorrer em Lisboa, sorriu aos atletas portugueses. Telma Monteiro tornou-se na judoca mais medalhada de sempre em europeus, após conquistar o ouro, e João Crisóstomo surpreendeu com o bronze, após bater atletas melhores cotados no ranking mundial.

Telma Monteiro sagrou-se Campeã Europeia (somou a 15ª Medalha em 15 Participações) e João Crisóstomo conquistou a Medalha de Bronze no primeiro dia do Campeonato da Europa de Judo – Lisboa 2021 que está a decorrer em Lisboa, até amanhã, no Altice Arena, que recebe 125 Atletas das categorias -48 kg, -52 kg e -57 kg femininas e -60 kg e -66 kg masculinas, incluindo 9 Portugueses.

«Foi um dia muito intenso, sabia que não ia ser fácil, mas quando cheguei aqui,  senti que ia fazer história. Sou a judoca mais medalhada em europeus, é o meu sexto título europeu e a minha 15ª medalha. O meu dom é fazer as coisas parecerem fáceis, mas sabia que a prova ia ser muito dura fisicamente. Magoei-me no ombro e tive de alterar a minha preparação, mas a minha mentalidade é muito forte. Foi extremamente difícil e tenho de dar o mérito às minhas adversárias, mas são elas que me fazem mais forte. Depois de não ter conseguido estar aqui no europeu de 2008, sempre acreditei que este ano podia ser campeã em casa e concretizar o meu sonho, foi um dia perfeito! Sou a mais medalhada em campeonatos de europa, agora deixo o recorde para quem o quiser bater», salientou Telma Monteiro.

Depois de ultrapassar a austríaca Sabrina Filzmoser e a belga Mina Libeer nas primeiras eliminatórias, Telma Monteiro enfrentou a nº4 do mundo, Nora Gjakova, do Kosovo, na semifinal da categoria -57 kg. Após mais de 10 minutos de um combate muito disputado, foi a Judoca Lusa a garantir a presença na final. Na luta pelo Ouro, defrontou Kaja Kajzer, 15ª do ranking mundial. A portuguesa lutou pela vitória desde cedo, mas o marcador não sofreu alterações até ao final dos 4 minutos. Aos 39 segundos do ‘golden score’, Telma Monteiro conseguiu projetar a eslovena, pontuando ‘ippon’ e sagrando-se Campeã da Europa de Judo. Com este resultado, a Judoca soma a 15ª Medalha em 15 participações.

Medalha de bronze

Na categoria de 66 kg, João Crisóstomo eliminou o polaco Patryk Wawrzyczek (54º) e o azeri Nijat Shikhalizada (21º) nos seus primeiro combates do dia. Apurou-se para semifinal após derrotar o espanhol Alberto Gaitero Martin (9º). Nessa fase, Crisóstomo enfrentou o italiano Manuel Lombardo, nº3 do mundo, que se revelou superior e alcançou o ‘ippon’ em 31 segundos. No seu último e derradeiro combate, o português teve pela frente o bielorusso Dzmitry Minkou, 39º do ranking mundial. Após mais de 8 minutos equilibrados, foi João Crisóstomo a pontuar, com um ‘wazari’ que lhe valeu a Medalha de Bronze.




Para João Crisóstomo, vencedor da Medalha de Bronze, «foi um dia muito emocionante com vários picos de emoções, felizmente correu tudo bem e consegui trazer a medalha. Prometi a mim mesmo que ia dar o melhor de mim. Nunca coloquei um objetivo em concreto para uma medalha, encarei com uma prova especial em casa e queria aproveitar ao máximo para fazer o que gosto, que é fazer judo. No último combate, felizmente o vídeo árbitro decidiu a meu favor, anulou o ponto do meu adversário e retrocedeu a decisão. Senti que mais tarde ou mais cedo ia conseguir projetar o meu adversário. Foi uma prova para mim próprio de que é possível sair vencedor. Preparei-me para este europeu aqui perto. Ter os meus amigos e as pessoas que mais gosto junto a mim deu-me força para vencer este combate. O meu treinador deu-me uma força especial durante toda a prova, chamou-me várias vezes à atenção e eu devo-lhe também esta medalha. Pode ser um incentivo adicional para conseguir alcançar outras no futuro. Para mim, esta medalha sabe a Ouro».

França foi a Seleção com mais Medalhas conquistadas, subindo ao pódio 4 vezes (1 Ouro, 1 Prata e 2 Bronzes). Seguiram-se as Seleções de Itália (Ouro e Prata), Espanha (Ouro e Bronze), Kosovo (Ouro e Bronze) e Portugal (Ouro e Bronze) com 2 medalhas cada neste campeonato, inserido na «elevação» de Lisboa – Capital Europeia do Desporto 2021, que recebe 359 Atletas (149 Femininas e  210 Masculinas) de 45 Países até este domingo, 18 de abril. Portugal, anfitrião do evento, conta com 18 Atletas ao longo dos 3 dias.

 

Quer comentar a notícia que leu?