Domingo, Julho 5, 2020
Inicio Autores Artigos de Olhares de Lisboa

Olhares de Lisboa

Avatar
1041 ARTIGOS 0 COMENTÁRIOS
O Festival Sete Sóis Sete Luas vai regressar, à Fabrica da Pólvora de Barcarena, em Oeiras. Embora com medidas de restrição devido à pandemia do COVID-19, nesta sua 28ª edição serão apresentados 11 espetáculos, com artistas vindos de 10 países do mediterrâneo e dos de expressão oficial portuguesa.
A partir de amanhã, terça-feira, dia 30 de junho, vão ser realizadas obras de pavimentação em Queijas. Por isso, a autarquia pede para se evitar o estacionamento de automóveis nas ruas que vão ser intervencionadas.
A oferta de transportes rodoviários vai ser reforçada em 90% decidiu a AML, que analisou também a situação da pandemia. O aumento de transportes vai custar mais 10 milhões de euros mensais a acrescentar ao valor mensal que as autarquias já pagam.
A partir de hoje, na Praia dos Pescadores, em Paço de Arcos, é possível ir a banhos com o seu fiel companheiro de quatro patas, desde que cumpra as regras e normas de frequência da primeira praia para cães de Oeiras.
«A Amália Rodrigues é uma das maiores figuras da cultura portuguesa, uma personalidade ímpar», afirmou o presidente da Câmara de Lisboa, na apresentação das celebrações do centenário de Amália que começam no dia 1 de julho, prolongando-se por 2021.
De acordo com o projeto de requalificação da Rua Luís de Camões, em Algés, esta obra de melhoria do espaço urbano, que assenta num desenho e estereotomia de pavimento rígido e regular, vai demorar seis meses.
Isaltino Morais esteve, hoje, em Algés, Linda-a-Velha e Dafundo para resolver problemas de passeios, instalação para escuteiros e eventual compra de num terreno para construção de habitação.
Uma homenagem a Gonçalo Ribeiro Telles marca a reabertura de igreja de São José dos Carpinteiros e da «Casa dos 24», a mais antiga assembleia deliberativa de Lisboa. Hoje, o Presidente da República inaugura uma exposição sobre a vida e a obra do arquiteto na «Casa dos 24».
O confinamento obrigatório voltou para as 19 freguesias da região de Lisboa abrangidas pela situação de calamidade. Os habitantes só podem sair para trabalhar, comprar bens alimentares ou medicamentos. A fiscalização é garantida pelas forças de segurança.
Todas as feiras de Lisboa foram canceladas por causa do aumento de casos de Covid 19 na Área Metropolitana de Lisboa, designadamente na área da autarquia da capital. Por isso, até nova avaliação, mantêm-se em vigor a suspensão das feiras.

DESCARREGUE AS EDIÇÕES

ÚLTIMAS