AUTARCAS UCRANIANOS VISITARAM CASCAIS

O Presidente da Câmara de Irpin, Oleksandr Markushny, e a vice-presidente da Câmara de Bucha, Mykhailyna Skoryk-Shkarivska, assinaram, esta quinta-feira, dia 23 de junho, um acordo de geminação destas cidades com Cascais. A assinatura do acordo esteve integrado numa visita dos dois autarcas ao concelho e que terminou com um concerto na Baía de Cascais, que contou com uma enorme plateia.

Esta visita oficial teve como objetivo definir a forma como Cascais pode ajudar à rápida reconstrução de Irpin, que é uma das cidades que tem sido, juntamente com Bucha, um dos bastiões da resistência ucraniana que impediu a invasão de Kiev pelas tropas russas, sendo que atualmente tem cerca de 75 % do seu território destruído.

O acordo de geminação assinado com as autarquias de Irpin e Bucha pretende assim, criar parcerias entre estas cidades e ainda desenvolver ações nas áreas sociais, turismo, cultura, educação, entre outras. Para o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, “é um orgulho enorme” ter os autarcas de Irpin e Bucha no seu concelho, e manifestou o desejo de que este documento agora assinado ajude a reconstruir e a desenvolver ambas as cidades, que se “unem a Cascais por fatores como a solidariedade, a coragem, e a defesa da paz”.

Carlos Carreiras lembrou ainda a luta atual do povo ucraniano, que “para além de defender o país, estão também a defender a Europa e Portugal na linha da frente”, agradecendo o seu “esforço heróico” para “lutar pelos valores em que nós acreditamos e pela nossa civilização”. O presidente da Câmara de Cascais assumiu ainda o compromisso em apoiar a construção de escolas em Irpin e Bucha, uma vez que “o melhor investimento é aquele que salvaguarda o futuro”, referindo-se aos jovens.

No mesmo discurso, o autarca de Cascais revelou ainda que vai visitar as duas cidades em setembro, e aproveitou ainda para mostrar a sua admiração pelo presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que, na perspetiva do autarca, “é uma figura inspiradora e o mundo precisa de pessoas assim”.

O acordo de geminação com Bucha e Irpin foi assinado no mesmo dia em que se aprovou o estatuto de candidato da Ucrânia à União Europeia (UE). Na mesma intervenção, Carlos Carreiras aproveitou a sua apelou a que o primeiro-ministro, António Costa, desse o seu voto favorável a esta decisão, para que a Ucrânia possa entrar na UE.






“Para mim, hoje a sigla UE não é apenas União Europeia mas sim Ucrânia na Europa”, referiu o autarca, que apelou ainda a que “todos os cidadãos se juntem” ao concerto na Baía de Cascais. Depois do discurso de Carlos Carreiras, interviu o presidente da Câmara de Irpin,  Oleksandr Markushny, que referiu que a “assinatura deste acordo é um dia histórico para Irpin” e espera que ele permita a entreajuda entre as duas cidades e que, desta forma, seja “possível reconstruir a cidade”.

O autarca ucraniano agradeceu todo o apoio dado pela Câmara de Cascais, que ajudou o povo da Ucrânia desde o início da guerra. Recorde-se que, nesta quarta-feira, dia 22 de junho, Oleksandr Markushny visitou três centros de acolhimento localizados em Cascais, onde residem 92 famílias, num total de 236 pessoas. “Vi que nestes centros há muito amor e carinho, estamos muito gratos pela vossa ação e quero dizer que em Irpin vão ter amigos que nunca vos vão falhar”, disse o presidente da Câmara de Irpin, que ofereceu à autarquia cascalense diversas recordações daquela cidade ucraniana.

Já Carlos Carreiras também ofereceu diversas recordações de Cascais, entre os quais um livro que conta a história e memória da cidade, feito a propósito da celebração dos 650 anos do concelho, e ainda uma garrafa de Vinho de Carcavelos, o qual está a ser produzido em propriedades da Câmara de Cascais; e um lenço com uma representação do Farol de Santa Marta.

A seguir, discursou também a vice-presidente de Bucha, Mykhailyna Skoryk-Shkarivska, que agradeceu também todo o apoio dado pelos portugueses e por todos os países europeus. A autarca acredita que o acordo de geminação assinado entre Cascais e Bucha “vai trazer relações profundas com as duas cidades”, e aproveitou para convidar o executivo da Câmara de Cascais a visitar Bucha. Ainda de acordo com a autarca, “Cascais é um bom lugar para viver e esperamos que esta seja uma realidade na Ucrânia muito em breve”.

Por fim, interveio ainda a Embaixadora da Ucrânia em Portugal, Inna Ohnivets, que referiu que a assinatura deste acordo de geminação demonstra “uma grande solidariedade” por parte da Câmara de Cascais. A embaixadora referiu ainda estar à espera de uma decisão favorável sobre a entrada da Ucrânia na União Europeia, uma vez que este país “é europeu e partilha dos valores democráticos da Europa”.

Inna Ohnivets lembrou as boas relações entre Portugal e a Ucrânia e afirmou que o concerto na Baia de Cascais “vai mostrar essa amizade” entre os dois povos. O acordo de geminação assinado com Irpin e Bucha está integrado numa visita oficial que começou esta quarta-feira, dia 22, com uma reunião fechada entre o executivo da Câmara de Cascais e a delegação de Irpin, cujo objetivo da mesma foi estabelecer as áreas prioritárias de atuação com esta cidade.

Esta visita terminou com um concerto solidário a favor da Ucrânia, organizado pela câmara de Cascais. Este espetáculo, intitulado Life Will Win – #Stand with Ukraine, contou com bandas ucranianas e nacionais, e encerrou a tournée que percorreu diversas cidades europeias.

The Black Mamba, Tiago Bettencourt, Tomás Wallenstein, Cuca Roseta, Miguel Ângelo, Fernando Cunha, João Só, Carolina de Deus, Luís Represas, João Gil, DAMA e Agir, foram alguns dos artistas que subiram ao palco.
O concerto contou ainda com o apoio da Rádio Comercial e teve entrada livre, sendo que era apenas necessário trazer um bem alimentar não perecível; bens médicos; fazer um donativo através do MBWay; comprar um Bilhete Solidário, no valor de cinco euros; ou fazer uma refeição no recinto. Recorde-se que 10% do valor arrecadado com as vendas será entregue à Ucrânia.

De acordo com a Câmara Municipal de Cascais, ao Olhares de Lisboa, o evento encheu a Baía de Cascais, onde estiveram presentes “muitos cidadãos ucranianos”. Para já, a autarquia ainda não sabe precisar quantas toneladas de alimentos foram doados nem o valor total arrecadado com a iniciativa, mas adianta que a ação foi “um sucesso”.

A iniciativa Life Will Win – #Stand with Ukraine foi uma ideia do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, e visa despertar consciências e impedir que se deixe de falar na guerra. O Município de Cascais aderiu desde logo ao desafio e montou o concerto em tempo recorde.

Quer comentar a notícia que leu?