BORDALO II CRIA OBRA PARA O CAIS DO SODRÉ

0

Fernando Medina, inaugurou hoje a peça de arte urbana “LISBOA” criada pelo artista Bordalo II para a zona fronteira à estação de comboios do Cais do Sodré.
A obra de Bordalo II fica instalada numa das mais emblemáticas praças de Lisboa, recentemente objeto da intervenção de requalificação no âmbito da renovação da frente ribeirinha. De acordo com o artista, a peça “pretende refletir a cidade de Lisboa na sua visão amplamente divulgada e elogiada, de ecossistema empreendedor e criativo”. Aliás, “LISBOA” é inaugurada pouco antes da WebSummit, centro nevrálgico por três dias do mundo empreendedor.

E Bordalo II acrescenta: “Esta peça será a nova (e de sempre) cara de Lisboa. Por esta razão se assume a palavra LISBOA, como identidade máxima e globalizante de todos os indivíduos que a compõem, valorizando as várias culturas, géneros e escolhas de cada um”.

A peça de arte urbana “LISBOA”

A matéria-prima usada na construção da obra “LISBOA” é a que habitualmente o artista usa nas suas criações: os resíduos. Neste caso concreto, a peça é composta por caixotes de lixo da cidade de Lisboa (inteiros e peças). Caso para dizer que Bordalo II é um verdadeiro embaixador da economia circular.

Saber mais de Bordalo II


Escreva aqui o seu comentário...