CARLOS MOEDAS HOMENAGEIA EQUIPAS DO CENTRO DE VACINAÇÃO DA FIL QUE ENCERRA DOMINGO

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa esteve hoje no Centro de Vacinação do Parque das Nações, que encerra no domingo, para uma homenagem de reconhecimento e agradecimento a todos os serviços e profissionais que ali desenvolveram o seu trabalho nos últimos meses e anunciar que passam a existir três alternativas: Serviços Sociais da Câmara de Lisboa, Centro Hindu e Centro de Vacinação da Ajuda, numa «escala mais pequena».

O centro de vacinação contra a covid-19 na Feira Internacional de Lisboa (FIL) vai encerrar no domingo e passam a existir «três alternativas numa escala mais pequena», anunciou hoje, sexta-feira, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, explicando que «estamos a caminhar para a endemia, portanto a situação é muito diferente e, neste momento, já não fazia sentido ter aqui este centro», que foi o maior do país, inaugurado em 1 de dezembro do ano passado.

O encerramento deste centro acontecerá já no domingo, 6 de março, e a partir da próxima semana passarão a existir «três alternativas» para vacinação contra a covid-19, em que se mantém em funcionamento o pavilhão desportivo da Ajuda e voltam a dar resposta o Templo Hindu e os Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa, revelou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, que se deslocou ao Centro de Vacinação do Parque das Nações para uma homenagem de reconhecimento e agradecimento a todos os serviços e profissionais que ali desenvolveram o seu trabalho nos últimos meses, permitindo a inoculação de 350 mil pessoas.

Carlos Moedas, que cumprimentou uma a uma todas as pessoas e serviços que que funcionam na FIL, iniciando as «suas despedidas» no posto 54 e terminando no número 1, garantiu que «vai tudo funcionar como sempre funcionou, mas numa escala mais pequena, com 2.500 inoculações possíveis por dia», assegurando ainda que o município continuará a colaborar na vacinação, processo que se encontra «num momento diferente, com parte da população já vacinada».

Carlos Moedas, após salvaguardar que as vacinações vão continuar e que os dois novos centros, a serem instalados nos Serviços Sociais da Câmara e no Centro Hindu, vão começar a funcionar já na próxima semana, sublinhou que o Centro de Vacinação da Ajuda mantem o seu ritmo normal. Assim, segundo informou Carlos Moedas, o centro dos Serviços Sociais da Câmara Municipal de Lisboa vai estar aberto de quarta-feira a domingo, entre as 9 e as 16 horas, o Centro hindu vai funcionar de segunda-feira a sábado e na Ajuda de quarta-feira a sábado.

O autarca Lisboeta salientou que «se deve ao trabalho dos enfermeiros, dos trabalhadores e voluntários, que asseguraram o trabalho burocrático, a enorme capacidade de inoculações que este centro atingiu».





«Obrigado, obrigado e mais uma vez obrigado pelo trabalho heroico que aqui desenvolveram», salientou o presidente da Câmara de Lisboa que estendeu também os seus agradecimentos à Fundação AIP, que cedeu as instalações, à Dr.ª Margarida Castro, «pela capacidade demonstrada na organização deste centro, aos Sapadores Bombeiros, pelo apoio que prestaram, e também ao vereador Ângelo Pereira e ao presidente da Junta de Freguesia do Parque das Nações.

Quer comentar a notícia que leu?