EM SEMANA EUROPEIA, LISBOA QUER «EMISSÕES ZERO – MOBILIDADE PARA TODOS»

0

«Emissões Zero – Mobilidade para todos» é o lema da Semana Europeia da Mobilidade 2020 que, a partir de hoje, se está a celebrar em Lisboa, com várias iniciativas que apelam às preocupações com o ambiente e à promoção de modos ativos de transporte.

A Câmara Municipal de Lisboa está a assinalar a Semana Europeia da Mobilidade (SEM), que se realiza anualmente de 16 a 22 de setembro, com diversas iniciativas que têm como objetivo promover a mobilidade sustentável na cidade. Sob o lema Emissões Zero – Mobilidade para todos, esta edição apela à preocupação pelo ambiente e qualidade de vida nas cidades, sensibilizando para a utilização de modos ativos de transporte, nomeadamente andar a pé, de bicicleta e trotinetas, sem esquecer os veículos elétricos e partilhados.

O ano de 2020 está marcado pela pandemia COVID-19, que tornou ainda mais evidente a necessidade de repensar a mobilidade nas cidades. Durante toda a semana, os cidadãos têm à disposição uma variedade de ações gratuitas promovidas em colaboração com várias entidades: passeios de bicicleta e percursos, conferências, atividades para aprender a reparar bicicletas, atividades lúdicas, culturais e de experimentação de modos suaves de transporte, entre outras.

Todas as atividades visam sensibilizar os cidadãos para a mudança de hábitos de locomoção, de forma a construir-se uma cidade mais inclusiva, saudável e segura.

Amanhã, 17 de setembro entre as 14 e as 15 horas, a Câmara de Lisboa, em parceria com a European Cyclists’ Federation, organiza o webinar “Cycling as The New Normal/ A bicicleta como o novo normal”, onde se irá discutir o papel da bicicleta na mobilidade do futuro, como solução para cidades mais saudáveis e vividas.

A conferência assinala também os 40 anos das conferências Velo-city. Oportunidade para conhecer o plano de cidades como Bremen ou Bruxelas que receberam a conferência no passado, e Lisboa, que organiza o evento em 2021. Conta com a presença do vereador da mobilidade Miguel Gaspar.





Escreva aqui o seu comentário...