FOGO DE ARTIFÍCIO “ENCHE” LISBOA PARA RECEBER O NOVO ANO

0

Depois do encanto do Natal, Lisboa já se está a preparar para receber e comemorar o último fim-de-semana do ano com um programa repleto de atrativos.
Como é normal, a despedida do ano velho de 2018 implica festa a dobrar para melhor receber o ano novo de 2019. Em Lisboa, Oeiras, Cascais, Sintra e Almada, a festa faz-se nas ruas e praças, em salas de concerto, hotéis e discotecas. Faz-se onde haja espaço para encher de gente, seja a celebração exclusiva ou pública, com reserva e a pagar (de preços altos ao low cost) ou sem reserva e à borla. E a meio, à hora certa, o inevitável fogo-de-artifício.

Música e fogo-de-artifício são ingredientes para levar ao Terreiro do Paço, em Lisboa, lisboetas e turistas, a celebrar o fim de ano de 2018 e dar as boas-vindas a 2019. Como já é tradição, a Praça do Comércio volta a ser o palco principal da celebração da passagem de ano em Lisboa, com três noites de concertos gratuitos, de estilos musicais variados que vão da música eletrónica até à música clássica.

No sábado, dia 29, o DJ, produtor e fundador dos Buraka Som Sistema, Branko, inaugura o cartaz, com um concerto que mistura a música eletrónica com outros ritmos, acompanhado por convidados como Carlão, Sara Tavares, Dino D’Santiago e Cachupa Psicadélica. Uma atuação que será antecedida por um DJ set de PEDRO, a partir das 21h30.

No domingo, dia 30, é a vez da Orquestra Metropolitana de Lisboa subir ao palco, às 21h30, para interpretar obras clássicas de compositores como Beethoven, Puccini e Verdi, num concerto especial dirigido pelo maestro Pedro Amaral e com a participação do tenor Carlos Guilherme e da soprano Elisabete Matos.

A noite de passagem de ano, apresentada pelos animadores de rádio Joana Azevedo e Diogo Beja, começa a partir das 22h, ao som de música tradicional portuguesa com Daniel Pereira Cristo que convidou os músicos Tatanka, João Só e Ana Bacalhau.

Depois da meia-noite – assinalada pelo sempre muito aguardado espetáculo de fogo de artifício sobre o rio Tejo que iluminará os céus da Praça do Comércio durante 12 minutos – a festa continua noite dentro ao som de Lisboa, o álbum mais galardoado do ano, de Richie Campbell.






A EGEAC – Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural em parceria com a Cerveja Sagres, nesta festa de Ano Novo no Terreiro do Paço, irá pedir ao público para adotar comportamentos mais sustentáveis, através da disponibilização de copos reutilizáveis nos pontos de venda oficiais do patrocinador principal deste evento que se pretende cada vez mais ecológico. Assim, na compra da primeira bebida, o copo terá uma caução de 1€, valor devolvido no momento da entrega do copo em qualquer bar e ponto de recolha com decoração Sagres.

Condicionamento de trânsito

Devido à realização dos festejos no fim de ano na Praça do Comércio nos dias 29, 30 e 31 de dezembro, ocorrerão diversos condicionamentos de trânsito, designadamente:

Nos dias 29 e 30 é encerrada a circulação no topo Norte da Praça do Comércio e na Avenida Ribeira das Naus, entre as 21h00 e as 23h45.

No dia 31, face ao número de pessoas esperadas para a noite da passagem de ano, a Avenida Ribeira das Naus e o topo norte da Praça do Comércio são encerradas à circulação a partir das 17h00, e ocorrerão ainda os seguintes condicionamentos:

– O tráfego particular proveniente da Avenida da Liberdade só poderá circular até aos Restauradores, os transportes públicos continuarão a circular até as autoridades o permitirem e poderão inverter o sentido de marcha no Rossio.

– Para o tráfego proveniente da Avenida Almirante de Reis é interrompida a circulação no Martim Moniz, com inversão possível nesta praça.

– Para o tráfego proveniente de Nascente é efetuada a interrupção da circulação no viaduto da Avenida Mouzinho de Albuquerque; a Carris poderá inverter no Largo do Terreiro do Trigo.

– Para o tráfego proveniente de Poente é interrompida a circulação na Avenida D. Carlos I, com desvio para o interior da cidade.

– A ligação entre colinas é interrompida entre as 18h00 e as 20h00, com corte de tráfego no Largo do Chiado,

A reabertura da circulação está prevista para as 04h00, ou logo que estejam reunidas todas as condições de segurança.

Alinhamento e programa Ano Novo no Terreiro do Paço

Passagem de ano para todas as bolsas

Em Lisboa ainda pode despedir-se de 2018, por exemplo, no B.Leza. O cabo-verdiano Zeca di nha Reinalda, rei do funaná e vocalista dos Bulimundo, é o convidado de honra e a temperatura vai aquecer, como se estivéssemos em Cabo Verde. A noite conta também com Calú Moreira e com o DJ Sixty Nine.

O Real Parque Hotel preparou um programa que inclui jantar e festa para entrar no novo ano. DJ, bar aberto, ceia, espumante e passas. O programa tem o custo de €100 por adulto, €50 para crianças dos 7 aos 12 e €25 dos 3 aos 6 anos.

Jantar com vista para o Tejo e animação com uma banda de tributo dos anos 80 é a proposta de réveillon do restaurante Monte Mar. O programa inclui ceia, espumante e passas à meia-noite e custa €165 por pessoa.

A rentrée no Convento do Beato já é uma tradição, sendo esta a 5ª edição de Le Reveillon. Pode optar por jantar ou só pela festa. À meia-noite é servido o espumante e passas e às quatro da manhã uma ceia para os participantes do jantar. O custo do programa sem jantar é de €32 e inclui três bebidas e com jantar fica a €110 (com o mesmo número de bebidas). Pode adquirir o bilhete na Ticketline.

Também no Beato, a nova estação East Side Radio e a taqueria Pistola Y Corazón juntam-se numa antiga instalação militar abandonada, onde prometem uma festa de fim de ano de arromba, ideal para quem gosta da vida nocturna “entre paredes de betão”, dizem. Duas pistas de dança e 9 DJs (entre eles Shaka Lion, Jungle Julia, DJ Glue e Trol2000).

Escreva aqui o seu comentário...