ISALTINO MORAIS LANÇOU 1ª PEDRA DE “RESIDÊNCIA PARA CIENTISTAS” E INAUGUROU ALTAR MOR DA IGREJA DE OEIRAS

0

A Câmara de Oeiras está a reabilitar uma quinta situada no concelho para a transformar numa residência para cientistas.  A futura residência vai ser instalada na quinta dos Sete Castelos, um imóvel histórico localizado em Santo Amaro de Oeiras, num investimento orçado em cerca de 3,1 milhões de euros.

Hoje foi um dia «em cheio» para o Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, Isaltino Morais, que, ao principio da manhã, lançou a primeira pedra para a recuperação da Casa da Quinta dos Sete Castelos, em Santo Amaro de Oeiras, que será transformada numa Residência para Cientistas. De seguida, inaugurou o Altar-mor da Igreja Matriz de Oeiras e, por último, esteve no acesso ao Pombal na antiga Estação Agronómica Nacional para visitar a nova cafetaria, denominada “Sabores da Marquesa”

No decorrer do lançamento da primeira pedra da residência dos cientistas, «já com a obra a decorrer», como fez questão de sublinhar Isaltino Morais, explicando que o objetivo é recuperar aquele significativo património arquitetónico, respeitando as suas características originais, mas dotando-o de condições atuais de conforto para se tornar numa residência para cientistas (doutorados e pós-doutorados), que estejam a trabalhar em Institutos de Investigação no concelho de Oeiras, totalizando 11 quartos, distribuídos por três pisos.

A futura residência, cujo arranque oficial foi hoje assinalado, vai ser instalada na quinta dos Sete Castelos, um imóvel histórico localizado em Santo Amaro de Oeiras, referiu o autarca, lembrando que Oeiras tem uma comunidade científica muito forte e que, «já há muitos anos que nos têm chegado queixas da dificuldade que estes cientistas têm para encontrar alojamento», justificou.

Isaltino Morais adiantou, por outro lado, que, após ser restaurada e reabilitada, a casa da Quinta dos Sete Castelos terá «o ambiente propício para o convívio e descanso» dos cientistas, revelando ainda que, apesar da sua conclusão estar prevista para junho de 2022, é possível que as obras sofram atrasos, porque o «lançamento da primeira pedra já deveria ter sido realizado há alguns meses». Por isso, é previsível que a conclusão dos trabalhos deverá ocorrer no final de 2022.

Segundo Isaltino Morais, depois de ter sido reaberto ao público os jardins desta quinta centenária e agora é a vez de «recuperarmos a casa e a capela. Estamos a falar de um conjunto edificado e significativo, com identidade própria e importante para a memória local», salientando que, durante a intervenção «serão conservados os elementos mais significativos do edifício, nomeadamente fachadas, estruturas e guardas em ferro, painéis de azulejos, bem como outros elementos decorativos e estruturais notáveis como a claraboia».





«A pequena construção fronteira à casa (estufa) terá uma nova cobertura e será feito o restauro da fonte, junto ao alçado principal da casa e a casa de fresco», acrescenta.

Por seu turno, a presidente da União de Freguesias de Oeiras, Paço de Arcos e Caxias, Madalena e Castro, recordou que «este é um projeto com décadas» que, contudo, «sofreu várias vicissitudes» que provocaram atrasos no seu arranque, mas «finalmente as obras arrancaram».

Igreja de Oeiras com novo altar

Seguidamente, o presidente da Câmara Municipal de Oeiras deu «um pulo» a Oeiras, onde inaugurou o Altar-mor da Igreja Matriz de Oeiras, no Largo 5 de Outubro, lembrando que, no decurso dos trabalhos de conservação e restauro da Igreja Matriz de Oeiras, detetou-se que as cantarias que compunham a antiga mesa do altar-mor estavam desagrupadas.

Por esse motivo, ««foi feito um trabalho rigoroso e detalhado para recuperar esta peça singular com o propósito de resolver questões de carater preventivo/curativo e estético, devolvendo-a ao seu lugar de destaque no interior do templo, num investimento municipal superior a 26 mil eros», revelou.

Daí, Isaltino Morais foi até à Estação Agronómica, ao acesso ao Pombal na antiga Estação Agronómica Nacional, para visitar a nova cafetaria, denominada “Sabores da Marquesa” que dará mais animação e dinamismo a este valioso espaço municipal.

Miraflores com equipamento Fitness

Entretanto, ontem, Isaltino Morais, acompanhado pelo presidente da União de Freguesias de Algés, Linda-a-Velha, Cruz Quebrada-Dafundo, Rui Teixeira, inaugurou um novo equipamento fitness no Parque Urbano de Miraflores.

A instalação deste equipamento insere-se numa estratégia do executivo de tornar os espaços fitness mais inclusivos, integrando tecnologia que atrairá mais utilizadores de diferentes idades para que, cada vez mais, se privilegie a atividade física ao ar livre.

Implicando um investimento municipal de 167 mil euros, a instalação deste equipamento pretende, de certa forma, tornar os espaços fitness mais inclusivos, integrando tecnologia que atrairá mais utilizadores de diferentes idades para que, cada vez mais, se privilegie a atividade física ao ar livre.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here