MURAL HOMENAGEIA ESPÍRITO DO BASQUETEBOL E SPORTING PODE COMEMORAR CUMPRINDO AS REGRAS SANITÁRIAS

0

Apesar de reconhecer que o basquetebol nunca foi «a sua praia», Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, esteve hoje na inauguração no mural que eterniza célebres jogadores de basquetebol de todos os tempos, nomeadamente Kobe Bryant, e anunciou que Lisboa poderá celebrar a vitória do Sporting

O artista Hélio Bray deu forma e cor a uma empena de um prédio e num campo de basquetebol junto à Calçada de Carriche, na Rua André de Gouveia, retratando, entre outros, um dos grandes do basquet mundial, Kobe Bryant, que morreu em 2020 num acidente de helicóptero. Hoje, 3 de maio, esta desportista internacional foi homenageado em Lisboa com a inauguração de um mural na Freguesia do Lumiar.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, que se encontrava acompanhado pelo artista e pelo presidente da Junta de Freguesia do Lumiar, Pedro Delgado Alves, assim como pelo presidente da Associação de Basquetebol de Lisboa, Rogério Mota, fez questão de salientar que este projeto de arte urbana que envolve a autarquia, através da Galeria de Arte Urbana, a Junta de Freguesia do Lumiar e a startup Hoopers (“filha” da Startup Lisboa) é «o espelho» do simbolismo que o basquetebol tem na formação dos jovens em termos de espírito de equipa.

E, no ano em que Lisboa é Capital Europeia do Desporto, este é mais um projeto que resulta do “casamento” feliz entre as Artes e o Desporto que a autarquia lançou em 2019 e que, de então para cá, já deu frutos, nomeadamente no Campo Mártires da Pátria, Chelas/Chicago.

Admirador do basquetebolista Carlos Lisboa, e também do atleta norte-americano Michel Jordan, o presidente do executivo lisboeta revelou que, durante muito tempo, «andámos à procura de um espaço certo em Lisboa e acabámos por vir aqui parar porque o campo tinha sido sinalizado pela Galeria de Arte Urbana como tendo potencial para realizarmos uma intervenção».

Esta «expressão de arte urbana», como sublinhou, pretende eternizar Kobe Bryant no Lumiar, sendo desafiado o artista Hélio Bray, que na altura em que o basquetebolista morreu criou uma peça para um familiar deste, em Los Angeles, nos Estados Unidos. «Quando surgiu este projeto foi a cereja no topo do bolo e senti, logo à primeira, que o deveria fazer», disse Hélio Bray à Lusa.




Do ponto de vista de Fernando Medina, no atual contexto pandémico, o espaço público revela-se a cada dia que passa e, cada vez mais, como um palco de excelência para a prática da atividade física e do desporto. A intervenção neste campo vem assim proporcionar à população de Lisboa um espaço requalificado, um verdadeiro «santuário para os amantes do basquetebol».

Por causa da pandemia, Fernando Medina revelou, em resposta aos jornalistas presentes, que  a provável vitória do Sporting no Campeonato Nacional de Futebol poderá ser celebrada em Lisboa, caso o clube de Alvalade atinja essa sua meta. No entanto, avisa tem de ser cumpridas todas as regras ditadas pela Direção Geral de Saúde, porque «não se vai estragar o bom trabalho de todos os portugueses no combate ao Covid 19».

Fotos: CML @LuísFilipeCatarino

Quer comentar a notícia que leu?