OEIRAS OFERECE 3500 CABAZES DE NATAL A ARRENDATÁRIOS MUNICIPAIS

0

A Câmara Municipal de Oeiras voltou a assinalar a época natalícia com a entrega de cabazes de Natal às famílias mais carenciadas, residentes no parque habitacional municipal do concelho.A Câmara Municipal de Oeiras distribuiu, esta quinta-feira, 3.500 cabazes de Natal a várias famílias dos bairros municipais do concelho. Os cabazes tinham os produtos alimentares que obrigatoriamente devem «estar numa mesa de consoada».

Este ano foram oferecidos 3500 cabazes de natal a todos os arrendatários municipais, em sete locais de distribuição: Navegadores/centro Multiusos, Instalações do Departamento de Habitação (Oeiras), Gabinete de Laveiras, Centro Comunitário Alto da Loba, Gabinete da Quinta da Politeira, Instalações da Polícia Municipal e Proteção Civil (Barronhos/Carnaxide) e Unidade Residencial Madre Maria Clara (Outurela/Carnaxide).

Todos os elementos que compõem o executivo municipal, chefiado por Isaltino Morais, estiveram presentes nesta ação que tem como principal objetivo apoiar os mais desfavorecidos, «proporcionando a estas famílias uma ceia de Natal mais feliz», referiu a «Olhares de Lisboa, o vice-presidente da Câmara de Oeiras, Francisco Gonçalves, que, entre as 10 e as 11 horas de hoje, distribuiu 1.600 cabazes nas instalações da Policia Municipal e Proteção Civil, em Barronhos, Carnaxide.

«Para que todos possam viver a época natalícia de forma mais condigna, a Câmara Municipal ofereceu, como vem sendo apanágio nesta altura do ano, cabazes com bens alimentares a quem apresenta maiores dificuldades económicas e sociais», adiantou o vice-presidente da Câmara de Oeiras, acrescentando que esta «ação tem como objetivo proporcionar um momento diferente na vida destas famílias, funcionando também numa lógica de apoio, à semelhança da ajuda em bens materiais que, ao longo do ano, a Câmara e as Juntas e Uniões de Freguesia, em cooperação com instituições de solidariedade social, disponibilizam».

O senhor Dinis, um antigo calceteiro da Câmara, a viver no bairro de Barronhos não poderia estar «mais contente». Com este cabaz, composto pelo tradicional bacalhau, azeite, doces e vinho, «com mais algumas “coisitas”, que ainda tem de comprar”, vai poder proporcionar à família uma «ceia mais abastada».





Escreva aqui o seu comentário...