Com o patrocínio do próprio Pai Natal e apoio do presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, o Passeio Marítimo de Algés é, a partir de amanhã, a «Capital de Natal», onde os mais pequenotes podem «élficamente» divertir-se no Bosque dos Elfos.A Capital do Natal está a decorrer, até 12 de janeiro de 2021, no Passeio Marítimo de Algés. Este evento, inspirado na Lapónia, a terra do Pai Natal, que «apoiou, desde logo a iniciativa, é uma verdadeira experiência imersiva que transporta os visitantes para aquela geografia, através de vários espetáculos e atrações».

O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, garante que «todas as crianças do concelho vão ter oportunidade de visitar a capital de Natal». A edilidade – segundo afirma o autarca – vai disponibilizar ingressos a todas as escolas do concelho, às Universidades Séniores e Associações de estudantes.

Isaltino Morais, após salientar que «nunca em Portugal se realizou um evento desta dimensão», sublinhou: «Oeiras volta a ser o local escolhido para a realização de grandes eventos. Desta vez, na época do Natal. Esta iniciativa, a realizar-se a partir de amanhã,no Passeio Marítimo de Algés, insere-se na linha estratégica deste Executivo de captar eventos atrativos às pessoas, para que conheçam Oeiras e se sintam aqui felizes».

O presidente da Câmara de Oeiras, que fez questão de referir que «isto é um evento de Natal e não um mercado de Natal», revelou que «mesmo as populações mais carenciadas vão ter acesso a este evento»

Já para Rui Madureira, um dos fundadores do projeto, «o objetivo não era criar um parque de Natal igual aos que já existem, mas sim partilhar com os visitantes os valores do Natal, a Alegria, a Generosidade, a Harmonia e a Coragem. É por isso que estamos a criar várias experiências através de diferentes atrações, que transmitem a essência desta época. O espírito do Natal vai estar aqui e queremos contagiar todos».

«Pretendemos criar um espaço de referência, onde se conjuguem os valores e princípios do espírito de Natal, com fortes componentes de diversão e de responsabilidade social. Um espaço dedicado às famílias, a todas as gerações, às instituições sociais, às escolas e às empresas», sublinha Ivan Dias, da Christmas Fun Park.

No total, o Christmas Fun Park conta com uma área de 72 mil metros quadrados e pretende recriar «a magia da aldeia do Pai Natal na Lapónia», sendo desenvolvido por um grupo de «parceiros nacionais e internacionais», que contam com o apoio da autarquia de Oeiras, que deu o seu acordo ao projeto para os próximos quatro anos.

O Christmas Fun Park vai estar aberto ao público até 12 de janeiro, funcionando ao longo de toda a época natalícia e oferecendo divertimentos únicos, espetáculos temáticos e ativações natalícias, além de uma Christmas Villa Especial e de um mercado de Natal acessível.

Os promotores esperam que o Christmas Fun Park receba cerca de meio milhão de visitantes, numa média de 20 mil por dia, por cada entrada vendida, a organização doa um euro para causas sociais a definir.

As escolas e outras instituições vão contar com um programa especial de acesso, enquanto as empresas vão ter um espaço especial ‘corporate’ para a realização de eventos de Natal, que será gerido pela Casa do Marquês.

Apesar das várias atrações que tornam a Capital do Natal tão especial, todo o parque é um espetáculo a céu aberto, com uma forte componente cénica. O Palácio dos Guardiões da Neve é o sítio «mágico que proporciona uma das experiências mais intensas: brincar com neve real e conhecer o ártico». Para produzir neve real, a organização recorreu a uma equipa de especialistas finlandeses. Dentro do Palácio do Gelo é possível ver várias esculturas em gelo esculpidas por profissionais russos e, fora, é possível patinar, com vista para um lago com 3.000 m2, na maior pista de gelo real que alguma vez esteve em Portugal, com 1.000 m2.

Os elfos, que vão estar um pouco por todo o parque a partilhar com os humanos o segredo do Espírito de Natal, são outra das vertentes imersivas e outro dos pontos-chave da Capital do Natal, pois vão interagir em “élfico” com os visitantes pelo recinto, tornando a experiência ainda mais rica.

Um facto a destacar é a realização, pela primeira vez em Portugal, do espetáculo o «Espelho Mágico dos Sonhos (lago gigante)», onde se assiste a um fabuloso watershow, produzido pelos maiores especialistas mundiais.

Além destas novidades, são várias as atrações que a Capital do Natal oferece, como é o caso da Montanha do Vento Corajoso, a maior do país, com doze pistas de snowtubing e com diferentes níveis de dificuldade, permitindo o usufruto e diversão para toda a família.

Porque o Natal é para partilhar com todos, a Câmara Municipal de Oeiras disponibilizou bilhetes para um passatempo com escolas de todo o país.

 

Quer comentar?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.