PORTO SALVO VAI TER CENTRO DE SAÚDE

0

Isaltino Morais prometeu na campanha eleitoral e, agora, chegou a hora de cumprir a promessas e, por isso, vai construir o Centro de Saúde de Porto Salvo, integrado nas obras de renovação do Rossio desta freguesia de Oeiras.O Rossio de Porto Salvo vai ser todo renovado. No espaço, que hoje não é utilizado, vai nascer um novo centro na freguesia de Oeiras, onde as pessoas vão poder passear, tomar um café ou ir ao centro de saúde.

Durante a campanha eleitoral para as autarquias, Isaltino Morais tinha prometido: «O espaço, conhecido como o Rossio de Porto Salvo, não é usufruído, irá ser a Praça Central de Porto Salvo». Agora, Isaltino Morais, presidente da Câmara Municipal de Oeiras, cumpriu a promessa e apresentou o projeto de renovação do Rossio de Porto Salvo.

Implicando um investimento na ordem dos 10 milhões de euros e devendo estar concluído até 2023, este plano de renovação prevê, entre outras infraestruturas, a construção de um centro de saúde, com 1400 metros quadrados, que servirá os mais de 15 mil residentes da freguesia, novas instalações da Junta de Freguesia de Porto Salvo e ampliação de melhoramentos nas instalações da Sociedade de Instrução Musical de Porto Salvo. Está, também, prevista a construção de um parque de estacionamento coberto, com a capacidade para 250 viaturas uma área comercial com 800 metros quadrados, criação de zonas verdes e de lazer, habitação jovem e um novo edifício-sede da junta de freguesia.

Isaltino Morais acredita que o projeto ‘Rossio de Porto Salvo’ pode estar concluído em 2023, salientando que plano  «insere-se num contexto de uma política de conforto urbano e de recriação daquilo que eram as antigas praças».

Segundo o autarca, «a ideia é criar uma nova centralidade que crie condições para as pessoas terem um espaço para conviver», revelando que a freguesia de Porto Salvo é a primeira a ser intervencionada – os próximos pólos principais serão Oeiras, Linda-a-Velha e Caxias.

Já para o presidente da Junta de Freguesia de Porto Salvo, Dinis Antunes, este «é um projeto de extrema importância, trazendo o centro de saúde que é aguardado há dezenas de anos», adiantando que vai ser criada uma praça para dinamização de espetáculos e atividades culturais.


O projeto vai ser colocado a discussão pública, sendo «prematuro» avançar com uma data para o arranque das obras, que vão incidir na área entre o Parque Manuel Pereira Coentro, o atual parque de estacionamento na avenida dos Descobrimentos, a zona defronte da Igreja de São Joaquim e Santa Ana e os baldios junto à rua Marcos Clemente.

Escreva aqui o seu comentário...