PRIMEIRA EDIÇÃO DO “PITCH AT THE BEACH” NA EUROPA É EM OEIRAS

Oeiras vai receber, entre 2 e 4 de julho, o ‘Pitch at the Beach’, considerado o evento de investimentos mais importante e disruptivo da América e que realiza assim a sua primeira edição na Europa, onde 30 start-ups vão apresentar os seus projetos a um grupo de business angels, venture capitalists, family offices e investidores privados.

Nos dias 2, 3 e 4 de julho a Marina de Oeiras Valley vai receber 30 startups que vão apresentar as suas ideias para conseguir investimento. O pitch vai ser feito perante um grupo de business angels, venture capitalists, family offices e investidores privados que vão avaliar os projetos de internacionalização dos empreendedores.

Das 30 start-ups, 14 start-ups portuguesas foram selecionadas para apresentar o seu melhor “pitch” em busca de apoio ao seu crescimento económico e internacionalização: Artshare, Bandora, CascataChuva, Explor, Funpass/FestForward, Glasson, Inocrowd, Logrise, Midiacode, Sizl, TheStarter, Timeview, Tripr e Wingdriver.

O “Pitch at the Beach”, um evento de investimento para start-ups, sai, pela primeira vez, do continente americano e aterra em Portugal para três dias de novas tendências, metaverse, NFT’s, criptomoedas, desenvolvimento de soft skills, investimentos e muito networking. Entre 2 e 4 de julho, na Marina de Oeiras, 30 start-ups, entre as quais 14 portuguesas, vão apresentar o seu melhor “pitch” à procura de investimentos e parcerias que possibilitem o seu crescimento e internacionalização.

«O “Pitch at the Beach” não é apenas um evento de negócios ou de networking. É um evento diferente, longe das habituais salas de hotel ou centros de congressos, num ambiente descontraído e sem hierarquias, sem crachás ou pulseiras de CEO ou CFO ou Diretor de Inovação. O que nós oferecemos é uma possibilidade infinita de networking onde apenas as boas ideias e experiências distinguem e aproximam os participantes», explica Israel Pons, cofundador do “Pitch at the Beach”.

«Já participei em três edições no México e é um evento único, com um conjunto vastíssimo de oportunidades para start-ups, possibilidade de interagirem com investidores e oradores especializados em matérias de interesse e com histórias muito interessantes», explica Eduardo Baptista Correia, CEO do Taguspark e local founder do evento. «O “Pitch at the Beach” é um evento junto à praia, aliado ao bom clima e à qualidade de vida, com uma forte ligação à inovação, ao desenvolvimento, à tecnologia, às start-ups e estes valores estão intimamente relacionados com o Taguspark e Oeiras Valley. A mistura destes condimentos tornou possível realizar este evento pela primeira vez na Europa e em Oeiras.»






Mais de 450 start-ups candidataram-se e apenas 30 foram selecionadas para apresentar o seu “pitch” perante um painel de investidores internacionais, dos quais alguns integram o grupo EBAN – o maior grupo de angel investors do mundo. Entre as selecionadas, destaque para as start-ups de origem portuguesa Artshare, Bandora, CascataChuva, Explor, Funpass/FestForward, Glasson, Inocrowd, Logrise, Midiacode, Sizl, TheStarter, Timeview, Tripr e Wingdriver.

Nesta edição vão estar presentes participantes, entre start-ups e investidores, de mais de uma dezena de países como África do Sul, Alemanha, Canadá, Croácia, Espanha, Estados Unidos da América, Estónia, França, Índia, Inglaterra, México, Noruega, Portugal, Suíça, Ucrânia e Venezuela.

No evento, os participantes vão encontrar oportunidades de networking dinâmicas, um concurso de “pitchs” e speakers reconhecidos a nível internacional. Entre os quais, Alexandre Fonseca, (Co-CEO Altice Europe), Ana Figueiredo (CEO da Altice Portugal), Cátia Antunes (Clinical Director na Cascais Clinical Center), Francisco Sacadura (Neurogiology & Behavior PhD na University of Columbia), Inna Modja (Young Global Leader na World Economic Forum), Miguel Santos (Head of Innovation & CSO da VF1813 Group), Miryam Lazarte (CEO da Latam Startups), Paulo Pereira (Account Director da Huawei), Ricardo Macieira (Regional Growth Manager na Worldcoin), Ricardo Parreira (CEO da PHC Software), Sergei Turkov (Managing Partner da Server Partner), Yulia Stark (Presidente da European Women’s Association) e Zev Siegl (mentor e cofundador da Starbucks), entre outros, para debater temas e tendências globais como metaverse, cibersegurança, NFTs, cripto, etc.

“Pitch at the Beach” chega a Portugal graças à visão de Eduardo Baptista Correia, CEO do Taguspark, e Alexandre Fonseca, Co-CEO da Altice Europe, local founders deste evento que possibilita a oportunidade aos participantes de se conectarem com o ecossistema de negócios e investimentos em Portugal e na Europa. O evento realiza-se nos dias 2, 3 e 4 de julho, na Marina de Oeiras.

O portfólio de investimento que estará disponível para as start-ups pode ascender a 80 milhões de dólares e pode estar à distância do melhor pitch das suas vidas. Os empreendedores têm uma oportunidade única de criar relações com investidores num ambiente mais descontraído e informal durante os três dias de evento em várias atividades, experiências e networking breaks.

A organização estima mobilizar a cadeia de valores neste ecossistema diferente para impulsionar a criação de emprego, melhorar a qualidade de vida e promover o crescimento económico das start-ups e das suas regiões de origem.

Quer comentar a notícia que leu?