A AML BEM AVISOU: MAU TEMPO JÁ CHEGOU

0

Até 2100, prevê-se que as temperaturas no distrito de Lisboa poderão subir 3,2 graus, o que irá provocar a subida do nível das águas do mar, cheias, incêndios, secas e calor extremo.

Aliás, a tempestade Elsa, que está a provocar vários incidentes e acidentes em Portugal, dá razão às preocupações da AML que, para evitar maiores catástrofes, propõem 50 medidas para minimizar os efeitos das alterações climáticas. Esta é a manchete principal do «Olhares de Lisboa».

Nesta edição damos especial destaque ao programa de rendas acessíveis da Câmara Municipal de Lisboa que vai colocar no mercado de arrendamento, no início do próximo ano, 120 casas com rendas a partir de 150 euros.

A homenagem que irá ser feita à diva do fado, Amália Rodrigues, no decorrer das marchas populares de Lisboa, é outro dos temas da edição impressa, onde também se fala do Natal e da entrada no Novo Ano.

Os dois anos de mandato de Inês Medeiros à frente da Câmara Municipal de Almada, a aposta de Oeiras na ciência e tecnologia, a inauguração de uma carreira da Carris que liga Loures a Lisboa e, em Odivelas, as preocupações do presidente da União de Freguesias da Póvoa de Santo Adrião e Olival com a proteção das pessoas com mais carências, são outros dos temas «tratados» na edição impressa de Olhares de Lisboa, cujo Download  já está disponível.

Descarregue e leia OLHARES-DE-LISBOA-Nº-10 no seu computador ou equipamento móvel






Escreva aqui o seu comentário...