ATÉ DIA 2 DE OUTUBRO QUEIJAS RECEBE AS TRADICIONAIS FESTAS EM HONRA DE SÃO MIGUEL ARCANJO

As Festas em Honra de São Miguel Arcanjo regressaram a Queijas no passado dia 23 de setembro e vão até ao dia 2 de outubro. O evento é organizado pela União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, pela Paróquia de São Miguel Arcanjo de Queijas, contando com o apoio do Município de Oeiras.

Este é o regresso em pleno do evento, já que em 2020 e 2021, apenas se realizaram as celebrações religiosas. “As Festas em Honra de São Miguel Arcanjo já são uma tradição com muitos anos”, que “remontam aos anos 80 e estiveram sempre a cargo da comunidade cristã da Paróquia”, explicou ao Olhares de Carnaxide e Queijas, o padre Alexandre Santos, pároco da Paróquia de Queijas desde 2001 e uma figura muito estimada naquela comunidade.

O sacerdote explicou ainda que, até 2014, as celebrações eram realizadas apenas pela igreja, sendo que, em 2015, a União de Freguesias de Carnaxide e Queijas quis juntar-se à paróquia para apoiar na realização das Festas em Honra de São Miguel Arcanjo, que passaram de três dias para uma semana. O padre Alexandre Santos salienta ainda que esta parceria “tem corrido muito bem”, e as celebrações religiosas, tal como as culturais, têm sempre muitas pessoas a participar.

“A freguesia de Queijas é muito ligada à paróquia, para além destas festas, os grandes acontecimentos da vila acontecem à volta da Igreja”, acrescentou o sacerdote, explicando que “foi a criação da Paróquia de São Miguel Arcanjo, inaugurada em 1986, que contribuiu para o desenvolvimento daquilo que foi a freguesia, e mais tarde, a vila de Queijas”. O pároco ressalva ainda que “a Igreja de São Miguel Arcanjo de Queijas é o resultado de muito esforço e dedicação de uma população que, em torno do seu pároco, sonhou e construiu este tão belo templo, que tem por orago o Arcanjo São Miguel”, sendo que a paróquia é também importante para a história da vila devido à sua obra e apoio social.

Em 2022, o primeiro dia das festas contou com a atuação de Ruth Marlene no recinto das festas, localizado na Praça Central de Queijas. “O primeiro dia correu muito bem, as pessoas estavam com saudades do convívio, da normalidade, o recinto estava cheio”, disse ainda o padre Alexandre Santos, ressalvando a importância das Festas em Honra de São Miguel Arcanjo, o padroeiro da vila de Queijas, para estimular o convívio entre os participantes.

O cartaz musical incluiu também um concerto de Tanya, no dia 24 de setembro. Já nos dias 30 de setembro, e 1 de outubro, sobem ao palco Belito Campos e Miguel Bravo, respetivamente, às 22h00. Para além da música, o programa inclui as atividades das associações culturais e recreativas da freguesia, tais como o Estúdio de Dança de Carnaxide, os Traquinas, o Clube de Carnaxide Cultura e Desporto, da Lupeca ou a orquestra dos Bombeiros de Linda-a-Pastora. O evento vai incluir ainda a 18ª Grande Noite do Fado, com Teresa Tapadas e outros fadistas, no Auditório Paroquial de São Miguel de Queijas, e que se realiza a 30 de setembro); e ainda a Mostra de Folclore, a 2 de outubro.





No último dia das Festas, a 2 de outubro, acontecerão os dois pontos altos do evento: o primeiro, a missa solene na Igreja Paroquial de São Miguel Arcanjo, às 10h30, a que se segue, a partir das 16h00, a procissão, acompanhada pela Orquestra da Escola de Música da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Linda-a-Pastora. “Vai ser um momento muito bonito, há sempre muita gente a assistir à procissão, é o momento em que se juntam as populações de Queijas e Linda-a-Pastora”, ressalvou ainda o padre Alexandre Santos.

Durante todos os dias das Festas, haverá ainda, na Praça Central de Queijas, artesanato, divertimentos e restauração, sendo que esta feira funcionará sextas e sábados das 15h00 às 00h00; e aos domingos das 15h00 às 23h00. Nos restantes dias, poderá visitar a feira das 17h00 às 23h00.

Quer comentar a notícia que leu?