CÂMARA DE ODIVELAS REFORÇA MEIOS HUMANOS E LOGISTICOS PARA VOTO ANTECIPADO

A Câmara Municipal de Odivelas reforçou os meios humanos e logísticos para voto antecipado em mobilidade, a realizar-se no próximo dia 23 de janeiro. recrutando 250 pessoas para as 42 mesas de votos, que vão estar instaladas em 8 locais do concelho.

A Câmara Municipal de Odivelas está a reforçar os meios humanos e logísticos para garantir que o processo de Voto Antecipado em Mobilidade, disponível este domingo, dia 23 de janeiro, para as Eleições Legislativas, decorra de forma segura e sem constrangimentos, revelou hoje a autarquia em comunicado.

Segundo a Câmara Municipal, comparativamente com o ocorrido nas Eleições Presidenciais, realizadas em janeiro de 2021, «a autarquia decidiu aumentar de 1 para 8 os locais de voto disponibilizados em todo o território», com o objetivo de mitigar a eventual concentração excessiva das 21 mil pessoas que se estima que votem no município no próximo domingo, ao abrigo desta modalidade.

O Pavilhão Multiusos de Odivelas, o Ginásio Clube de Odivelas, o Pavilhão Polivalente de Odivelas, o Pavilhão da Escola Básica António Gedeão, a Casa da Cultura da Póvoa de Santo Adrião, a Casa da Juventude de Odivelas, a Divisão de Transportes e Oficinas, e o Quartel dos Bombeiros Voluntários de Odivelas foram os locais escolhidos que contarão, no total, com 42 mesas de voto. Um aumento significativo face às 10 mesas disponíveis em 2021.

Em termos globais, serão mais de 250 as pessoas envolvidas nesta operação, que conta igualmente com o apoio das juntas de freguesia do concelho. Também para o Voto Antecipado em Confinamento, que irá decorrer nos próximos dias 25 e 26 de janeiro, a Câmara Municipal duplicou para 6 o número de equipas alocadas à recolha do voto no domicílio.

Para Hugo Martins, Presidente da Câmara Municipal de Odivelas, «estas eleições demonstram o papel fundamental das autarquias no funcionamento do país e da democracia, em particular. Este é um processo que temos vindo a preparar nas últimas semanas com muito empenho, para permitir que todos possam exercer o seu direito cívico nestas eleições tão importantes para o nosso futuro».





A legislação eleitoral existente permite, em regime excecional, votar antecipadamente. Assim, todos os eleitores recenseados em território nacional podem inscrever-se, até ao dia 20 de janeiro, para a modalidade de Voto Antecipado em Mobilidade, escolhendo o local que lhe seja mais conveniente.

A autarquia informa ainda que, os eleitores que, por virtude da pandemia COVID-19, estejam impossibilitados de se deslocar no próximo dia 30 de janeiro, poderão inscrever-se, entre 20 e 23 de janeiro, para a recolha do seu voto. As mesmas datas aplicam-se aos eleitores internados em estruturas residenciais (lares) e instituições similares.

 

 

 

Quer comentar a notícia que leu?