CÂMARA MUNICIPAL DE LISBOA REALIZA CONFERÊNCIA PELO MEIO AMBIENTE

0

O evento “Lisboa Mais Verde e Mais Saudável – os desafios da poluição atmosférica” teve o objetivo de analisar, diagnosticar e levar conhecimento à população acerca dos efeitos do ambiente urbano à saúde.

Integrada na programação da Lisboa Capital Verde Europeia 2020, decorreu hoje, às 9h30, na CULTURGEST, uma conferência sobre as políticas ambientais nas cidades. Estima-se que 54% da população mundial vive em áreas urbanas, e prevê-se que, em 2050, esta percentagem seja de 66%. Com esse elevado crescimento, surgem novos desafios de gestão do meio ambiente, que visam à segurança ambiental dos municípios.

A parte inicial do congresso foi destinada a traçar um diagnóstico da qualidade do ar em Lisboa. Polícias nacionais, monitorizações, avaliações e medidas implementadas (e a implementar) foram temas expostos por representantes da Agência Portuguesa do Ambiente, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento de Lisboa e Vale do Tejo, e da Direção Municipal do Ambiente, Estrutura Verde, Clima e Energia da Câmara Municipal.

O segundo painel contou com a participação de médicos especialistas em doenças respiratórias e saúde ambiental, que fizeram uma avaliação do impacto da poluição do ar na saúde da população, bem como uma análise dos efeitos nocivos causados por fatores de contaminação ambiental – como epidemias e pandemias. Foram expostas, também, medidas que visam diminuir a incidência desses problemas, prevenir novas ameaças e reforçar as boas práticas, em especial aos grupos mais vulneráveis.

A conferência dirigiu-se aos cidadãos, profissionais e estudantes dos mais variados setores de atividade que, ao fim, puderam obter um diagnóstico da cidade ao nível das políticas ambientais, bem como uma avaliação dos impactos na saúde, bem-estar e economia da cidade.

De acordo com o Vereador do Ambiente, Clima, Energia e Estrutura Verde da CML, José Sá Fernandes, é muito importante que todos participem, em conjunto, dos cuidados com o meio ambiente, com boas práticas de gestão da poluição. “Lisboa orgulha-se, neste âmbito da Capital Verde Europeia de 2020, de termos este seminário”, que contou com “um registo de excelência, de várias personalidades e instituições, acerca de um tema que é crucial para o mundo”.


Escreva aqui o seu comentário...