CASCAIS COM PLANO DE SAÚDE PARA REFUGIADOS UCRANIANOS

Cascais vai disponibilizar a todos os refugiados da Ucrânia inscritos no município um Plano de Saúde totalmente gratuito por um prazo de seis meses. O “Plano de Saúde + Ucrânia”, que não implica qualquer investimento por parte da autarquia, sendo inteiramente assegurado pela Portinsurance Care. 

A Câmara Municipal de Cascais estabeleceu uma parceria com a Portinsurance Care (Consultoria em Saúde), através de um protocolo assinado hoje, sexta-feira, nos Paços do Concelho, que garante o acesso a um conjunto de serviços e benefícios na área da saúde aos refugiados ucranianos e permite aceder, de forma imediata, a hospitais, clínicas e médicos de várias especialidades a valores convencionados.

Este “Plano de Saúde + Ucrânia”, a vigorar por um período de 6 meses, não implica qualquer investimento por parte da autarquia, sendo inteiramente assegurado pela Portinsurance Care.

Na perspetiva de Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, «este protocolo encarna duas características essenciais da resposta de Cascais à crise humanitária: a primeira característica é a de proporcionarmos todas as condições para que os cidadãos ucranianos sintam a nossa casa como a sua casa, como se fossem convidados e não refugiados; a segunda característica tem a ver com o somatório de vontades, públicas e privadas, que nos permite dar respostas muito mais robustas, enaltecendo aqui a vontade e a responsabilidade social da Portinsurance».

Já para José Dantas, administrador da Portinsurance, é gratificante poder ajudar todos os ucranianos que infelizmente tiveram que abandonar o seu país para fugir a este verdadeiro flagelo. «A saúde é o nosso bem mais precioso e permitir a estas pessoas acesso a consultas gratuitas ou em ambiente hospitalar com preços convencionados certamente será muito valorizada por todos os refugiados», acrescentou.

Esta oferta só é possível, segundo afirma um comunicado da autarquia, «graças à colaboração da RNA – Rede Nacional de Assistência, SMP – Serviço Médico Permanente e da Costa Duarte Corretores de Seguros que se associaram imediatamente, pois, sem o seu envolvimento esta iniciativa não seria possível».





O “Plano de Saúde + Ucrânia” define-se pelas seguintes condições: Sem limite de utilização e idade; Sem idade limite de permanência; Sem período de carência; Sem exclusões de doenças crónicas; Sem exclusões de doenças pré-existentes; Sem necessidade de questionário médico; Telemedicina sem limite de utilização por médicos que falam ucraniano e russo; Consultas Médicas ao Domicílio; Avaliação inicial de saúde gratuita. Durante o 1º mês disponibilizamos um médico (que fala ucraniano e russo) todas as semanas, num local a disponibilizar pela Câmara Municipal de Cascais. Deverá ser um serviço com marcação e totalmente gratuito; A Partir do 2º mês e restantes (até ao 6º mês) disponibilizamos o médico, nos mesmos moldes, mas numa periodicidade quinzenal.

Ao longo dos últimos 40 dias, passaram por Cascais cerca de 1500 cidadãos ucranianos. Nas quatro respostas de acolhimento de Cascais estão alojadas 40 famílias.

Quer comentar a notícia que leu?