CENSOS FACILITADOS EM ALGÉS, LINDA-A-VELHA E CRUZ QUEBRADA-DAFUNDO

0

A União de Freguesias de Algés. Linda-a-Velha e Cruz Quebrada-Dafundo disponibilizou três E-balcões para auxiliar os cidadãos a darem respostas aos questionários da segunda fase dos Censos 2021.

Iniciou-se no passado dia 5 de abril, o XVI Recenseamento Geral da População e VI Recenseamento Geral da Habitação – Censos 2021, a maior operação estatística nacional, realizada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A União de freguesias de Algés, Linda-a-Velha, Cruz Quebrada e Dafundo instalou três balcões para ajudar as pessoas a preencherem os questionários.

A União de Freguesias recorda que a partir de hoje, 19 de abril, inicia-se a fase de resposta aos Censos pela Internet, preferencialmente até dia 3 de maio (censos2021.ine.pt.), porque a resposta aos Censos 2021 pela Internet permite uma abordagem fácil, segura e rápida para os cidadãos.

No atual contexto epidemiológico, este modo de recolha de dados reveste-se da maior relevância, tendo em conta que minimiza os contactos entre recenseadores e a população. Para as situações em que a resposta pela Internet não seja possível, o INE disponibiliza outros modos de resposta, nomeadamente: Telefone, para grupos da população com maior dificuldade na resposta pela Internet ou impedidos de contacto presencial; E-balcão nas Juntas de Freguesia, mediante as condições de acessibilidade locais e em função da respetiva situação de saúde pública; Autopreenchimento dos questionários em papel, entregues pelos recenseadores, que cumprem um rigoroso Protocolo de Saúde Pública.

Por seu turno, a União de Freguesias vai ter disponíveis três E-balcões, para facilitar a resposta aos questionários pela internet e prestar o apoio e esclarecimentos necessários à população, nos seguintes locais: Sede da União de Freguesias, na Rua Parque Anjos, nº 8 A; Posto de Atendimento da Cruz Quebrada-Dafundo, na Rua Policarpo Anjos, nº 50; Espaço União em Linda-a-Velha, Rua Vasco Morgado, nº 12 A (junto ao posto de abastecimento da GALP).




Quer comentar a notícia que leu?