CENTRO DE ENFERMAGEM DE QUEIJAS COM HORÁRIO ALARGADO

0

O Centro de Enfermagem do mercado de Queijas alargou o horário de funcionamento, devido ao aumento contínuo de procura dos serviços prestados.

Assim, este equipamento de saúde instalado no interior do Mercado Municipal de Queijas funciona, desde o dia 1 de junho, de segunda a  sábado, das 9h30m às 12h30, e de segunda a sexta, das 16h às 19h. Este alargamento representa um aumento de turnos, que passam a ser de 11 turnos por semana, em vez dos cinco turnos que eram praticados até aqui.

A União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, dado o aumento de número de turnos, foi obrigada a integrar a equipa de enfermagem com mais dois novos profissionais, cada um com três dias por semana. Estas novas contratações só foram possíveis graças ao apoio financeiro do Município de Oeiras.

O Centro de Enfermagem de Queijas foi inaugurado em dezembro de 2019, resultado de uma parceria entre a União de Freguesias de Carnaxide e Queijas (UFCQ), o Município de Oeiras e o Agrupamento de Centros de Saúde Lisboa Ocidental e Oeiras.

Segundo o presidente da União de Freguesias de Carnaxide e Queijas, Inigo Pereira, o equipamento “veio responder aos anseios e necessidades de toda a população de Queijas”.

“No Centro de Enfermagem de Queijas é possível ter acesso a variados cuidados primários de saúde.  Mudança de pensos, testes de glicémia, injeções mediante receita médica, controlo da tensão arterial e do peso, ensino para a saúde e administração de vacinas são alguns dos serviços disponíveis”, explica o presidente da União de Freguesias, acrescentando: “esta é uma demonstração da confiança que a população de Queijas depositou neste serviço. E nem mesmo a pandemia da Covid-19 fez abalar esta confiança neste serviço útil e essencial”.




De facto, mesmo com a pandemia do novo coronavírus e com os confinamentos, o Centro de Enfermagem de Queijas não registou diminuição da atividade de atendimentos e procedimentos, apesar de necessária marcação prévia.

Descarregue e Leia a edição OLHARES DE CARNAXIDE E QUEIJAS - EDIÇÃO MAIO

Quer comentar a notícia que leu?