CIDADE DE TODAS AS IDADES | PROGRAMA LISBOA+55 FOMENTA DESPORTO E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

0

A iniciativa Lisboa+55, que visa a promoção da prática de estilos de vida saudáveis na idade adulta, espera milhares de participantes até 2021.A Câmara Municipal de Lisboa assinou hoje um protocolo de colaboração, no âmbito do programa Lisboa +55, com a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Direção-Geral da Saúde e Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo. A  iniciativa do município é aberta à participação das Juntas de Freguesia, Clubes e Associações.

Com este programa, Lisboa pretende ser uma referência nacional na promoção da prática desportiva na idade adulta. Até 2021, ano em que Lisboa será Capital Europeia do Desporto, a câmara propõe-se aumentar os níveis de atividade física e reduzir o sedentarismo.Para Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, a ambição não pode ser pequena: “queremos que este programa tenha milhares de pessoas envolvidas”. Do ponto de vista do vice-presidente da autarquia e vereador do Desporto, é importante que os parceiros tornem fácil, pela proximidade e número de ações, a frequência deste programa, salientando que «este é um programa de bandeira para o futuro da cidade».«O desafio já não é, e não pode ser, só viver mais anos. É viver mais e melhor, proporcionando uma melhor qualidade de vida às pessoas», afirmou Manuel Grilo, vereador dos Direitos Sociais, sublinhando que «este é um programa gratuito que a cidade de Lisboa proporciona aos seus munícipes com mais de 55 anos de idade».

O Lisboa + 55 tem a duração de 10 meses, e desenvolve-se em três módulos: atividade física, nutrição e literacia, e educação em estilos de vida saudáveis. Destina-se aos residentes em Lisboa, com 55 ou mais anos de idade, com autonomia e condição física para participar nos 3 módulos do programa.

A iniciativa vai ser “monitorizada e avaliada” pelas entidades envolvidas, e contar com a colaboração direta dos centros de saúde da cidade, que irão “identificar e orientar pessoas para o programa”.Por seu turno, o presidente da Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo, Luís Pisco, defendeu: «É evidente que a população está a envelhecer e, por isso, é necessário fomentar políticas integradas para determinadas faixas etárias», frisando que assinaturas deste tipo de protocolos permitem a criação de práticas saudáveis, tanto em termos físicos como nutricionistas.Por sua vez, o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Edmundo Martinho, considera que este projeto reúne um conjunto de princípios e valores que demonstram que as atividades desenvolvidas pela Santa Casa podem contribuir para uma Lisboa mais saudável».Já para a directora-geral da Saúde, Graça Freitas, realçou que o «nosso país já cumpre muitas dos objectivos das normas internacionais nesta matéria», referindo que este programa foi feito, tendo «como base evidências cientificas  e boas práticas de todos os parceiros envolvidos no programa Lisboa +55«.

O programa Lisboa +55 vai promover a atividade física e saúde, sendo dirigido a todos os residentes em Lisboa com 55 ou mais anos, que pretendam melhorar a sua qualidade de vida e bem-estar, incentivando à adoção de um estilo de vida mais ativo, mais saudável, orientado por profissionais de desporto, saúde e nutrição.

Com a duração de 10 meses, este programa desenvolve-se em 3 módulos: Atividade física – Caminhada, Dança, Fitness, Hidroginástica, Pilates, Yoga e Tai Chi; Nutrição – Consulta de nutrição e aconselhamento nutricional; e Literacia e educação em estilos de vida saudáveis – Sessões de sensibilização sobre diferentes temas para grupos.






Escreva aqui o seu comentário...