COM A CDU, PELO DIREITO À CIDADE!

0

Após as eleições autárquicas do passado dia 26 de setembro, a CDU na cidade de Lisboa reforçou-se. Obteve mais votos expressos e maior percentagem para a Câmara Municipal e Assembleia Municipal, mantendo o número de eleitos em ambos os órgãos, dois vereadores no primeiro e seis deputados municipais no segundo, num contexto em que estavam inscritos menos 17.000 eleitores e com uma maior abstenção (menos 10.000 pessoas a votar!) que em 2017.

No conjunto das Assembleias de Freguesia, a CDU passou de 46 para 47 mandatos e mantém a presidência da Junta de Freguesia de Carnide, com uma maioria absoluta reforçada. Este crescimento da CDU é o reconhecimento do trabalho realizado pelos seus eleitos nos diferentes órgãos, nestes 4 anos de mandato que agora termina, mas é igualmente um sinal de que muitos lisboetas reconhecem e se identificam com o projecto apresentado para Lisboa.

A campanha da CDU, na rua há já alguns meses, foi marcada pela proximidade, pelo esclarecimento e pela mobilização, sempre junto das populações de Lisboa, ouvindo-as, mas também apresentando as suas ideias e objectivos para as diferentes áreas da vida e do dia a dia de quem cá mora, trabalha e estuda. Os milhares de lisboetas que deram o seu voto à CDU (e alguns desses eleitores, sabemos, fizeram-no pela primeira vez) podem contar e confiar que esse voto não foi em vão. A CDU saberá honrar a confiança dos seus eleitores e a força que esses votos carregam será fundamental para os diferentes desafios que se nos colocam, daqui em diante.

No mandato que agora se inicia, os eleitos da CDU persistirão numa postura disponível e actuante, usando a sua força para, por um lado, construir novas soluções e, por outro lado, para apoiar todas as medidas que são positivas e consubstanciam avanços para a cidade. Mas a CDU igualmente se compromete com a rejeição das propostas que sejam prejudiciais para o futuro de Lisboa e dos seus moradores. Ouvindo as populações e os trabalhadores do município, factor essencial para o avanço e construção de propostas, a CDU impulsionará a transformação do projecto com que se apresentou à cidade em compromissos de intervenção concreta.

Essas propostas concretas consubstanciarão o que a CDU vem defendendo para Lisboa e os princípios que movem os seus eleitos, todos os dias: pelo direito à habitação, pelo direito à cultura, pelo direito à mobilidade e aos transportes, pelo direito aos serviços públicos de qualidade, pelo direito ao ambiente, pelo direito ao recreio, desporto e lazer – pelo direito à cidade!

Os resultados das recentes eleições autárquicas garantem uma CDU mais forte em Lisboa – na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e nas suas 24 freguesias – com melhores condições para intervir e contribuir para uma cidade mais justa e mais desenvolvida. Nas ruas e avenidas da cidade, nos bairros e nos jardins, com os moradores, os comerciantes, os pequenos empresários, os jovens, os idosos, os estudantes, a CDU cá estará, na construção de novas soluções para Lisboa.




Natacha Amaro eleita da CDU na Assembleia Municipal de Lisboa, Natacha Amaro

Descarregue e leia a edição impressa OLHARES DE LISBOA - OUTUBRO

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here