COMEÇA AMANHÃ VINDIMAS DA VINHA DO AEROPORTO

0

Amanhã, quarta-feira, o vereador Sá Fernandes vai iniciar as vindimas no Parque da Vinha de Lisboa, junto ao aeroporto da capital, para a produção dos vinhos da marca «Corvos de Lisboa», prevendo-se que sejam colheitas cerca de 20 toneladas de uva.

Esta quarta-feira, 16 de setembro, o vereador da Câmara Municipal de Lisboa, José Sá Fernandes, e o presidente do C.A. da Casa Santos Lima, José Luís Oliveira da Silva, «vão iniciar» a mais uma vindima no Parque da Vinha de Lisboa, que irá dar origem a mais garrafas do já premiado “Corvos de Lisboa”, branco e tinto que, recorde-se, com o vinhos Corvos de Lisboa”, Arinto 2017, foi distinguido com uma medalha de Ouro na edição de 2018 do Concurso de Vinhos de Portugal, da ViniPortugal.

A vindima no Parque da Vinha de Lisboa começará com a colheita das uvas brancas da casta Arinto, seguindo-se as uvas tintas das castas Tinta Roriz e Touriga Nacional.

O Parque da Vinha de Lisboa, também conhecido como a “Vinha do Aeroporto”, nasceu de um protocolo estabelecido entre o município de Lisboa e a Casa Santos Lima e deu origem à marca “Corvos de Lisboa” produzida e comercializada pela empresa.

Em 2019 foram colhidas cerca de 20 toneladas de uvas (tintas e brancas), estando prevista também para este ano uma boa vindima.

A Comissão Vitivinícola da Região de Lisboa (CVR Lisboa) é a entidade responsável pela promoção e certificação dos vinhos Regionais Lisboa e dos DOC´s Alenquer, Arruda, Bucelas, Carcavelos (Vinhos Generosos), Colares, Encostas d’Aire, Lourinhã (Aguardentes), Óbidos e Torres Vedras.


Os Vinhos de Lisboa são exportados para mais de 50 países sendo a Região em Portugal que exporta a maior percentagem dos vinhos (tranquilos) que certifica. Os seus principais mercados são a Europa e nesta especialmente a Escandinávia, na América do Norte os EUA e o Canadá, o Brasil, Angola, China e Japão, Austrália, etc.

 

Escreva aqui o seu comentário...