FÁBRICA DA PÓLVORA DE BARCARENA CELEBRA DIA INTERNACIONAL DOS MUSEUS

A Fábrica da Pólvora de Barcarena volta a receber as comemorações do Dia Internacional dos Museus, que se celebra no próximo dia 18 de maio. A iniciativa é promovida pela Câmara Municipal de Oeiras que, desde 1997, junta-se ao Conselho Internacional de Museus (ICOM) para assinalar a efeméride.

 Entre os dias 18 e 22 de maio, o espaço recebe um programa cultural com atividades para todas as idades, e que conta com entrada gratuita. Tal como nos restantes museus que participam neste evento em 2022, o programa tem como tema ‘O Poder dos Museus’ e inclui teatro, música, visitas guiadas e muito mais.

Das atividades dirigidas ao público infantil, destaque para a peça ‘Boom: Uma Experiência Explosiva’, marcada para o dia 18, às 10H30. Esta peça consiste na recriação de um dia de trabalho na Fábrica da Pólvora, e o objetivo é dar às crianças a oportunidade de conhecer e entender o trabalho que os polvoristas faziam na Fábrica da Pólvora.

No dia seguinte, dia 19, às 10H00, é a vez da atuação do Concerto Didático ABC da Música, que inclui solistas da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras (OCCO), com a orientação do Maestro Nikolay Lalov. Aqui, as crianças poderão aprender os significados das palavras utilizadas nas partituras e podem estudar o interior do processo da criação de uma peça musical.
Já o fim de semana, dias 21 e 22 de maio, será dirigido ao público em geral, onde serão abertos ao público o Edifício das Galgas, a Central Hidroelétrica e as Centrais Diesel, entre as 11H00 e as 17H00.

No sábado, dia 21, haverá visitas guiadas à Fábrica de Cima e ao espaço de Reservas do Museu da Pólvora Negra. Aqui poderá assistir à visita temática ‘No Museu da Pólvora Negra’, onde se pode conhecer a Fábrica a partir da prevenção e combate aos incêndios.

Às 21H00, terá lugar a tradicional Noite dos Museus, em que será apresentado o espetáculo ‘Recital de Flautas Viena Chega à Fábrica’, levado a cabo por David Silva & Ensemble Syndesi, juntamente com os músicos David Silva, Leonor Fleming, Pedro Silva e Tomás Costa.





O programa de domingo, dia 22, começa às 10H30, com a atividade ‘Conversa no Museu: O Poder dos Museus’, destinado a jovens e adultos, e que decorre no Museu da Pólvora Negra, sob orientação de Filomena Ribeiro (do Grupo de Amigos do Museu da Pólvora Negra). Ás 11H00, está marcada uma Aula de Yoga para famílias, e que se realiza nos Jardins da Fábrica.

Antes do almoço, está marcada uma visita guiada ao espaço de Reservas do Museu da Pólvora Negra, às 11h30. A fechar o programa da tarde de domingo vai decorrer, às 15H00, uma Visita guiada ao Museu da Pólvora Negra e Fábrica da Pólvora, por Fernando Valério (do Grupo de Amigos do Museu da Pólvora Negra).

A participação nas atividades é gratuita, mas é necessária inscrição prévia, através dos números de telefone 210 977 422/3/4 ou do e-mail fabricadapolvora@oeiras.pt. A antiga Fábrica da Pólvora de Barcarena, estende-se por cerca de quatro hectares de edificado museológico, e produziu material militar entre os séculos XV a XX, tendo encerrado em 1988.

Seis anos depois, em 1994, a autarquia adquiriu este complexo, criando um espaço museológico e cultural com diferentes serviços vocacionados para atividades culturais, de lazer e divertimento, preservando sempre as memórias anteriores.
A sede do museu está instalada no edifício mais antigo e emblemático do complexo, a Casa dos Engenhos, e onde se pode ficar a conhecer a história da extinta unidade fabril ao longo dos tempos. A visita continua no exterior do complexo, onde se podem encontrar diversos espaços verdes e outros espaços museológicos recuperados, tais como a Praça do Sol, o Pátio do Enxugo, o Edifício das Galgas, a Central Hidroelétrica, as Centrais Diesel e as Oficinas a Vapor.

Quer comentar a notícia que leu?