INAUGURADA BIBLIOTECA COMUNITÁRIA DA APELAÇÃO

Promover o acesso ao conhecimento disponível nos livros, desenvolvendo, simultaneamente, atividades culturais assentes em projetos que tenham por base a aquisição de hábitos de leitura e o prazer de ler, são alguns dos objetivos da nova biblioteca comunitária da Associação de Moradores Unidos da Apelação, em Loures, que também assinou, no domingo, o Protocolo Saúde Loures+.

A AMUA – Associação de Moradores Unidos da Apelação inaugurou, sábado e domingo, a sua biblioteca comunitária. Segundo a direção da AMUA, esta opção por fazer a inauguração em dois dias, 25 e 26 de fevereiro, foi tomada, tendo em conta que o espaço não é muito grande e porque a pandemia ainda não permite toda a liberdade de ajuntamentos.

Assim, no sábado (25 de fevereiro), foram convidados os representantes do poder local e as Associações e Instituições parceiras na Apelação e, no domingo (26 de fevereiro), foi a vez de alargar o convite à população, principalmente para o público alvo desta nossa iniciativa.

A nova biblioteca comunitária pretende promover o acesso ao conhecimento disponível nos livros, desenvolvendo, simultaneamente, atividades culturais assentes em projetos que tenham por base a aquisição de hábitos de leitura e o prazer de ler, bem como o convívio intergeracional e partilha de conhecimentos.

No primeiro dia estiveram presentes a presidente da Assembleia Municipal, Susana Amador, a vice-presidente da Câmara Municipal de Loures, Sónia Paixão, o presidente da Assembleia de Freguesia, Luís Cardoso e o presidente da União de Juntas de Camarate, Unhos e Apelação, Renato Alves. No segundo dia, a AMUA recebeu «de coração aberto a população, para a qual trabalham todos os dias».

A biblioteca está aberta aos sábados, das 10h às 12 h e das 14h às 17 h.





Saúde Loures+

Ainda no âmbito das celebrações da inauguração da biblioteca comunitária, foi assinado o Protocolo Saúde Loures+, integrado no Projeto Apelação com+ Saúde, que irá ser desenvolvido «durante 2022 e anos e seguintes».

Segundo a AMUA, este protocolo «é de extrema importância para promover a saúde da população carenciada da Apelação». E, por isso, assinou este protocolo com o espaço de saúde e estética Health Beauty Clinic, suportando o valor simbólico dos tratamentos de saúde aos apelaçonenses carenciados.

Quer comentar a notícia que leu?