ISALTINO MORAIS RECANDIDATA-SE PARA CONTINUAR A INOVAR OEIRAS  

0

Isaltino Morais é recandidato à Câmara Municipal de Oeiras nas próximas eleições autárquicas e faz questão de sublinhar que não vai liderar nenhuma candidatura pelo PSD e que irá de novo a votos pelo movimento apartidário pelo qual foi eleito, pelo «Movimento Inovar, Oeiras de Volta».

O independente Isaltino Morais, de 71 anos, anunciou hoje à tarde, durante uma conferência de imprensa, na Estação Agronómica de Oeiras, a sua recandidatura à presidência da Câmara Municipal de Oeiras, nas eleições autárquicas deste ano.

«Estamos perante a necessidade de uma verdadeira política social-democrata onde o homem e a sua dignidade são o princípio e o fim de uma gestão autárquica justa, solidária e com o foco sempre nas pessoas, criando ambiente propício à instalação de novas empresas, riqueza, emprego e novas oportunidades para todos, construindo no nosso concelho a maior comunidade de coesão social em Portugal», diz Isaltino Morais, salientando que esta «não é a candidatura de nenhum partido. É uma candidatura de oeirenses que no exercício de cidadania se juntam para me ajudarem a cumprir o futuro de Oeiras».

Isaltino Morais, que explicou os eixos da recandidatura, defendeu: «Estamos perante a necessidade de uma verdadeira política social democrata onde o Homem e a sua Dignidade são o princípio e o fim de uma gestão autárquica justa, solidária e com o foco sempre nas pessoas, criando um ambiente propício à instalação de novas empresas, à criação de riqueza, à criação de emprego e à criação de igualdade de oportunidades para todos, construindo, no nosso concelho, a sociedade ou a comunidade de maior Coesão Social em Portugal».

Segundo Isaltino Morais, nos últimos quatro anos, Oeiras «reafirmou a sua intervenção e as suas políticas de Coesão Social e de Educação, recuperou e alargou os seus espaços verdes em todas as freguesias. dinamizou o apoio empresarial e reforçou a captação de empresas de vertente inovadora, científica e tecnológica, com capacidade para gerar emprego e riqueza para o Município», tendo realçado que a rede viária do Município e a Mobilidade são umas das grandes apostas «deste mandato que agora termina, tendo sido lançados os projetos e as infraestruturas necessárias para resolver estruturalmente os problemas de Mobilidade que afetam os munícipes e quem trabalha em Oeiras».

Isaltino Morais, em jeito de justificação das razões que o levaram a se recandidatar, afirmou: «Estamos perante a necessidade e obrigação de cumprir os desafios que traçámos para o nosso concelho para os próximos 8 anos e que totalizam um programa para 12 anos e que levarão e elevarão o nosso concelho aos patamares mais altos da Coesão Social, da Inovação, na Educação, na Cultura e na Qualidade de Vida para quem aqui trabalha e vive».


Isaltino Morais foi eleito presidente da Câmara de Oeiras com maioria (41,68%) nas eleições autárquicas de 2017, encabeçando a lista pelo Movimento Inovar, Oeiras de Volta. O atual executivo municipal é composto por seis eleitos do movimento independente de Isaltino Morais (IN-OV Inovar Oeiras), dois do movimento independente IOMAF, um do PSD, um do PS e um da CDU.

Segundo a lei, as autárquicas decorrem entre setembro e outubro, não tendo ainda sido marcada uma data.

Em Oeiras foram já anunciados como candidatos o presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, Fernando Curto (PS), e o presidente de junta de Freguesia de Algés, Linda-a-Velha, Cruz Quebrada e Dafundo, Rui Teixeira (Chega).

Quer comentar a notícia que leu?