LOURES TEM NOVA COMANDANTE DA POLICIA MUNICIPAL

A Policia Municipal de Loures vai ter mais agentes e mais meios, prometeu hoje o presidente da Câmara Municipal de Loures, Ricardo Leão, durante a cerimónia de tomada de posse da nova comandante da Polícia Municipal, comissária Luísa Monteiro, que decorreu no Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte, em Loures.

O presidente da Câmara Municipal de Loures, Ricardo Leão, quer «uma polícia municipal mais presente na rua» para combater o sentimento de insegurança que ainda se vive em algumas zonas do concelho. Este desejo de Ricardo Leão foi expresso hoje, de manhã, no decorrer da cerimónia de tomada de posse da nova comandante desta força municipal, a comissária Luísa Monteiro.

Ricardo Leão, que começou por agradecer a «imediata disponibilidade que a comissária demonstrou quando lhe endereçou o convite para ser comandante da Polícia Municipal», salientou que tanto o atual executivo municipal, como ele próprio, «estão fortemente empenhados em dotar a Polícia Municipal com mais meios operacionais e agentes», porque é necessário combater alguns sentimentos de «insegurança que ainda existem».

«Tanto eu como o executivo Municipal damos uma importância extraordinária à função da Polícia Municipal no concelho», sublinhou o autarca, reconhecendo: «é verdade que os índices de insegurança e criminalidade não são alarmantes, mas, ouvindo as pessoas, ainda existe um sentimento de insegurança em algumas zonas do concelho».

«Por isso, das duas, uma: ou continuamos com um discurso de atribuição de culpas à PSP e GNR, ou entramos numa postura construtiva e de parceria com as forças de segurança. Essa é a minha opção», disse Ricardo Leão, acrescentando: «queremos parcerias e cooperação com as forças de segurança, nomeadamente PSP e GNR, mas também queremos um policiamento de proximidade que pode e dever ser feito pela Policia Municipal».

«Queremos policia municipal na rua…»





Após referir que, nestes últimos 6 anos, o Governo reforçou as competências das policias municipais, o presidente da Câmara de Loures defendeu que compete às autarquias definir o «que querem das suas policias municipais». Em Loures, «queremos uma policia municipal de proximidade e que esteja na rua», afirmou, para de imediato revelar que, quando «um carro ou um agente da policia municipal passa, em serviço, por determinada rua ou localidade transmite um maior sentimento de segurança às pessoas».

No seguimento do discurso de Ricardo Leão em que, por várias vezes, foi salientada a importância desta força de segurança, a vereadora responsável pela Polícia Municipal na autarquia, Paula Magalhães, referiu acreditar que estão «finalmente reunidas as necessárias condições para atribuir à Polícia Municipal uma nova imagem e estrutura que permitirão, substancialmente, uma exímia liderança, tolerância, inclusão, integração, rigor, assertividade, presença e a proteção de todos e para todos».

«Sabemos, porém, que o nosso trabalho não fará sentido se não for de cooperação com as juntas de freguesia, os múltiplos serviços e forças interventivas que o Município reúne, tendo como parceiro a proteção civil», mencionou Paula Magalhães, adiantando que se está a caminhar para «uma Policia Municipal de excelência no concelho».

Por seu turno, a nova comandante fez questão de frisar que «abraçar este desafio acarreta a responsabilidade de dirigir e comandar pessoas». Para a comissária Luísa Monteiro «importa sublinhar que os recursos humanos são o ativo mais importante de qualquer organização. Cabe-me a mim, e aos homens e mulheres que dirijo e comando, elevar os patamares de satisfação e motivação».

«De todas as missões que nos são atribuídas, a principal e a mais nobre é a de proteger as pessoas», afirmou Luísa Monteiro e, por isso, «chegou a hora de reformular os nossos paradigmas, redesenhar os nossos métodos de trabalho e rever as nossas técnicas de intervenção, fazendo com que os polícias municipais de Loures sejam vistos como verdadeiros agentes de proteção, com os quais as pessoas podem contar».

Para a nova comandante, em resposta direta ao presidente da Câmara Municipal de Loures, «há que fomentar a segurança de proximidade, conseguida em articulação com os demais serviços existentes a nível concelhio, assim como com as forças de segurança. Ninguém faz segurança sozinho».

É, essencialmente por causa da estratégia que tem definida para a Policia Municipal, que a comissária Luísa Monteiro «gostaria de ouvir, a breve trecho, os munícipes dizer a “nossa” polícia municipal. Não porque queiramos ser diferentes, mas tão só porque queremos caminhar para uma Polícia Municipal de excelência».

Como salienta a autarquia, Luísa Monteiro é licenciada em Sociologia e tem uma sólida experiência profissional, que inclui a chefia da Área Operacional da Divisão de Loures da PSP e a coordenação do Contrato Local de Segurança do concelho, tendo sido ainda chefe do Gabinete de Apoio ao Comandante do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP (COMETLIS) e formadora na Escola Prática de Polícia.

A nova comissária, que previamente foi apresentada por Ricardo Leão a todos os agentes da Policia Municipal, tomou posse perante o Executivo Municipal, presidentes de juntas de freguesia, deputados municipais, bombeiros, Polícia de Segurança Pública, Guarda Nacional Republicana, agrupamentos escolares, dirigentes da Câmara Municipal de Loures, entre outras entidades.

 

Quer comentar a notícia que leu?