A partir de hoje, todos os estabelecimentos de restauração de Odivelas fecham entre as 19 e as 21 horas, dependendo do tipo de serviço que prestam, afirma a Câmara de Odivelas que, hoje, ativou o Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil.O presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins, decretou a emissão da declaração de situação de Alerta para todo o território do Município de Odivelas no período compreendido entre as 00h00 do dia 17 de março e as 23h59 do dia 13 de abril de 2020 e ainda a ativação do Plano Municipal de Emergência e Proteção Civil.

Estas propostas, aprovadas por todos os membros da Comissão, permitem determinar as medidas excecionais que visam salvaguardar a segurança e a saúde dos munícipes, assim como garantir os meios humanos e materiais necessários à boa operacionalidade de todos os serviços públicos essenciais, incluindo os de proteção e socorro às populações.

Assim, as medidas excecionais passam, designadamente, pelo adiamento ou cancelamento de todas as atividades de caráter social, cultural, recreativo e desportivo de âmbito municipal durante o período da declaração de alerta.

Hugo Martins, presidente da Câmara de Odivelas, pede às grandes e médias superfícies comerciais que tenham um stock mínimo de produtos de higiene, alimentares e de proteção individual (máscaras, luvas e gel desinfetante), constituído por 10% do volume médio armazenado, e pede às farmácias a garantia de um stock mínimo de 10% do volume médio armazenado de produtos proteção individual (máscaras, luvas e gel desinfetante) e de medicamentos de venda livre, nomeadamente analgésicos e antipiréticos.

Por outro lado, estão interditos todos os equipamentos públicos de utilização individual ou coletiva, em todo o município durante o período da declaração de alerta, como mesas de jardim, equipamentos desportivos, parques infantis e cabines telefónicas, tendo sido encerrados os parques de lazer e merendas e parques infantis em todo o município durante o período da declaração de alerta.

Restaurantes fechados

Entre as várias medidas, tomadas pelo município de Odivelas, para conter a propagação do vírus está o encerramento dos estabelecimentos de bebidas (cafés e bares), dos espaços destinados a dança dos estabelecimentos de restauração que disponham destes espaços e das esplanadas, todos os dias a partir das 19 horas, em todo o município durante o período da declaração de alerta.

O presidente da Câmara adianta ainda que vão estar encerrados «ao público todos os estabelecimentos de restauração a partir das 21h, podendo estes estabelecimentos manter o seu funcionamento exclusivamente para entregas ao domicílio e drive-in»

Segundo a edilidade, vão ser encerrados os estabelecimentos de «discoteca e similares, salões de festas,  salões de baile e salões de jogos, todos os dias a partir das 19 horas, em todo o município durante o período da declaração de alerta», estando também fechados «os equipamentos não sedentários de restauração e/ou bebidas, todos os dias a partir das 19 horas, em todo o município durante o período da declaração de alerta».

Por último, a edilidade limita a 50 pessoas o número máximo de participantes em funerais, assim como as atividades públicas ou privadas com participação superior a 50 pessoas, carecem de autorização prévia do Presidente da Câmara Municipal.

O atendimento municipal na Loja do Cidadão Strada Outlet, em Odivelas, só pode ser efetuado a partir de marcação prévia.

A Câmara Municipal de Odivelas informou hoje, em comunicado, que os atendimentos nos balcões da Câmara Municipal de Odivelas, do CLAIM (Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes) e do GAE (Gabinete de Apoio ao Emigrante) passam, face à necessidade de imposição de medidas de prevenção de contágio do novo COVID-19, a ser efetuados por marcação, entre as 10h e as 15h, através dos seguintes números: Balcão CMO: 964931816; CLAIM e GAE: 925664858

O contacto pode, ainda, ser efetuado via e-mail para o endereço geral@cm-odivelas.pt. Os utentes devem fornecer o contacto telefónico e indicar o balcão em pretende ser atendido.