OEIRAS FINANCIA REFEIÇÕES AOS MAIS FRÁGEIS

0

A União de freguesias de Carnaxide e Queijas, assim como duas instituições do concelho de Oeiras, que estão a apoiar os mais carenciados vão receber um apoio financeiro extraordinário para continuarem a fornecer refeições à população mais vulnerável.

A União de Freguesias de Carnaxide e Queijas vai receber um apoio extraordinário para reforço da resposta alimentar no contexto da pandemia da Covid-19. A decisão foi conhecida, no passado dia 5 de maio, durante a sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Oeiras, que decorreu no auditório da Biblioteca Municipal do concelho, na qual foi aprovada a proposta da Câmara Municipal de Oeiras.

Desta forma, a União de Freguesias vai reforçar a Mercearia Social da União de Freguesias de Carnaxide e Queijas com bens alimentares e de higiene.

Com estas medidas, o município de Oeiras quer garantir que todas as pessoas do concelho que, nesta época de pandemia, se encontram em situação de vulnerabilidade extrema, tenham acesso a produtos alimentares, pelo que deliberou apoiar financeiramente duas instituições que, no âmbito do Plano Municipal de Apoio à População em Situação de Vulnerabilidade Social, estão a colaborar com a autarquia através da disponibilização de refeições confecionadas, constituindo-se como resposta imprescindível enquanto medida de mitigação de combate ao COVID19.

Uma das instituições é a Fundação Obra Social das Religiosas Dominicanas Irlandesas – Centro Sagrada Família, que está a apoiar a Câmara Municipal de Oeiras com a confeção das refeições que são disponibilizadas a cerca de 250 munícipes (500 refeições diárias), nos territórios de Linda-a-Velha, Carnaxide, Algés e Cruz-Quebrada/Dafundo. A esta entidade foi atribuída uma comparticipação financeira, no montante de 16.410 euros, para aquisição dos equipamentos necessários ao reforço da sua cozinha, o que viabiliza o alargamento da capacidade de confeção de refeições. Esta verba destina-se à aquisição de um fogão industrial de 6 bicos e forno a gás para substituição do existente, um Armário Frigorífico de Congelação, uma Fritadeira Basculante Elétrica e uma Marmita Elétrica.

A outra entidade foi a Renascer – Associação Cristã de Reabilitação, Ação Social e Cultura, que disponibiliza os meios e os voluntários para assegurar a distribuição diária (de 2.ª a 6.ª feira) de refeições confecionadas pelo Centro Sagrada Família, nos territórios de Carnaxide e Queijas, à qual foi atribuída uma comparticipação financeira de 1.500 euros, para fazer face a despesas logísticas decorrentes desta entrega. Esta instituição além de fazer a distribuição das refeições pelas pessoas que beneficiam deste apoio, também é responsável pelo levantamento de excedentes diários na loja AUCHAN de Alfragide e sua entrega no Centro Sagrada Família, para complementar as refeições custeadas pela Câmara Municipal de Oeiras.






A colaboração desta Associação é fundamental, dado que o número de voluntários que através do projeto “Oeiras Sempre a Seu Lado” não era suficiente para satisfazer as necessidades do crescente número de beneficiários destas freguesias, o que «poderia colocar em causa a disponibilização deste importante apoio», realça a autarquia.

Segundo a autarquia, a confeção e distribuição de refeições nos restantes territórios (Oeiras, Paço de Arcos, Caxias, Porto Salvo e Barcarena) é assegurada pela Santa Casa da Misericórdia de Oeiras, salientando que o «território de Oeiras conta com diversas respostas ao nível do apoio alimentar, para indivíduos e famílias em situação de carência económica, destacando-se o Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas, o recurso financeiro previsto no âmbito do Fundo de Emergência Social, os bens assegurados pelo Banco Alimentar contra a Fome, as Cantinas e Mercearias Sociais, entre outros projetos similares».

Créditos de foto: Álvaro Isidoro | Os que não podem ficar em casa para ajudar os outros a ficar em casa.

Escreva aqui o seu comentário...