A Câmara de Oeiras vai investir cerca de dois milhões de euros no viaduto da Quinta da Fonte, em Paço de Arcos. O lançamento da primeira pedra realizou-se a 14 de junho.

A Câmara de Oeiras adjudicou a obra de construção do novo viaduto rodoviário da Quinta da Fonte, em Paço de Arcos, pelo valor de 1.980.000 euros, um investimento que vai dar nova vida à mobilidade do concelho. O viaduto vai ligar o Parque das Cidades à Quinta da Fonte, ao longo de cerca de 600 metros.

Trata-se de uma via bidirecional, com ligação à Avenida do Conselho da Europa, que vai permitir uma distribuição mais equilibrada dos fluxos rodoviários e melhorar consideravelmente a mobilidade, diminuindo os constrangimentos de trânsito que se sentem sobretudo em horas de ponta, refere o município, explicando que nos 22 edifícios do Parque Empresarial da Quinta da Fonte estão instaladas mais de uma centena de empresas, entre as quais se incluem a HP, a Endesa, a Fullsix, a ABB Portugal, a Whitestar e a Banco Primus.

«O Parque Empresarial dispõe também de diversos equipamentos, nomeadamente auditório, ‘health club’ e centro de estética, restaurantes, lavagem de automóveis e salas de formação, pelo que, além dos mais de 4 mil trabalhadores que para lá se deslocam diariamente, estima-se que o número de utilizadores regulares desta infraestrutura rondará os sete mil», lê-se no comunicado.

O complexo, de acordo com a câmara, situa-se ainda num dos nós rodoviários «mais importantes do concelho, onde se articula o tráfego dos vários parques empresariais (Lagoas Parque, TagusPark e Quinta da Fonte) e entradas e saídas da A5».

«O viaduto da Quinta da Fonte assume-se como um novo acesso ao setor poente deste parque empresarial, contribuindo para a melhoria da mobilidade interna dos seus visitantes e trabalhadores. A sua construção permitirá ainda novas opções de acessibilidade, tanto ao nível das entradas como das saídas da Quinta da Fonte, aumentando desta forma a sua atratividade e potenciando uma melhor articulação com outros parques empresariais», salienta a autarquia.

A obra arrancou no dia 14 junho, às 11:00, «com o simbólico lançamento da primeira pedra», refere a nota do município liderado por Isaltino Morais.

Quer comentar?

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.