OLHAR DE OEIRAS CONTA-LHE TUDO SOBRE UM CONCELHO PRÓSPERO

As recentes eleições autárquicas, que robusteceram os atuais executivos municipais de Oeiras e das Juntas e Uniões de Freguesia do concelho, é um dos temas da edição impressa de Olhar Oeiras, que já se encontra disponível para download. A educação, o movimento associativo e a criação de novos lugares de estacionamento em Algés, Linda-a-Velha e Cruz Quebrada – Dafundo, são outros temas desenvolvidos por Olhar Oeiras.

Com o espírito natalício já bem presente nos espaços públicos, num convite a todos para «entramos» em modo Natal, Oeiras está empenhada em «ganhar» a candidatura à Capital Europeia da Cultura 2027. Para tal, após ter recebido, na apresentação oficial de “Oeiras’27”, no Navio Escola Sagres, o apoio e a colaboração da Marinha Portuguesa, a autarquia recebeu agora o apoio dos 18 municípios que constituem a Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Tudo isto, levou o presidente da Câmara Municipal, Isaltino Morais, a assegurar no seu discurso de tomada de posse, que o futuro de Oeiras vai continuar a ser radioso, alertando, contudo, para a necessidade imperiosa do concelho continuar na rota da coesão social, da captação de empresas, na distribuição da riqueza, lembrando que o povo quis «que o movimento que o elegeu saísse largamente reforçado nestas eleições».

Contudo, ainda no âmbito da aposta económica, Oeiras está a desenvolver atividades de enoturismo, através do vinho de Carcavelos «Villa de Oeiras», que ganhou vida com a produção própria da autarquia, como forma de divulgação, promoção e conservação do património e do Vinho de Carcavelos Villa Oeiras.

Mas, para o prosseguimento do desenvolvimento económico, Oeiras continua a apostar fortemente no ensino e na cultura, com estratégias, projetos e vontade de fazer.  E, por isso, como diz o vereador Pedro Patacho, a educação continua a ser uma das principais apostas da Câmara Municipal que, neste momento, está a desenhar um modelo de pré-escolar gratuito para todos, em parceria com as IPSS do concelho.

Num concelho, onde ninguém fica para trás, a Academia Equestre João Cardiga, em Barcarena, desenvolve, há anos, o ensino da arte de «bem cavalgar a toda a sela» junto de crianças com deficiências cognitivas ou motoras, criando, ao mesmo tempo, campeões na disciplina de dressage. Oásis para as crianças e adultos amantes do desporto equestre, este centro tem conseguido, «através do cavalo», integrar as crianças com necessidades especiais na sociedade, porque, como disse Winston Curchill: «Há algo no exterior de um cavalo que é bom para o interior de um homem».






Estas e outras notícias da edição impressa de Olhar Oeiras, que vai começar a ser distribuído no concelho, já estão disponíveis para download. OLHAR OEIRAS - DEZEMBRO 2021

Quer comentar a notícia que leu?