PROLONGAMENTO DE METRO ODIVELAS/LOURES NÃO ESTÁ EM CAUSA, DIZ RICARDO LEÃO

0

Há cinco dias o presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins, ameaçou abandonar o projeto de prolongamento do Metro Odivelas Loures. Mas, Ricardo Leão, presidente da Câmara de Loures, Ricardo Leão, afirma que a expansão do Metro «não está em causa».

Na última Assembleia Municipal de Loures, Ricardo Leão, presidente da Câmara Municipal, afirmou que a expansão do Metropolitano, por Metro Ligeiro de Superfície, de Odivelas a Loures não está em causa, minimizando assim as declarações de Hugo Martins, presidente da Câmara de Odivelas, que tinha anunciado que o seu município «está na iminência de abandonar o projeto do Metro de Superfície Odivelas – Loures».

Sem nunca contrariar o seus homologo de Odivelas, Ricardo Leão salientou que «este é um processo sobre o qual, eu próprio, como presidente da Assembleia Municipal (no mandato anterior) pouca informação tive em relação a esta matéria».

O autarca de Loures pronunciou-se ainda sobre a forma como foi negociado o projeto, tendo defendido: «o presidente da Câmara de Odivelas foi um melhor negociador do que o anterior presidente da Câmara de Loures (Bernardino Soares), porque a linha do metro serve muito melhor a população de Odivelas do que serve a de Loures».

Durante a sua intervenção na Assembleia Municipal, Ricardo Leão falou sobre os custos de 28 a 30 milhões de euros para o Município de Loures, revelando que irá procurar, junto do futuro Governo e através das verbas do PRR e outros fundos europeus,  uma solução e sobre as afirmações do presidente da Câmara Municipal de Odivelas, Hugo Martins, acrescentou: «Isto não quer dizer que todo o esforço do Governo, da Câmara, de todos os autarcas, para a expansão da rede do metropolitano, que vai ser colocado em causa por isto ou por aquilo».

«E, por isso, da minha parte, da parte do presidente da Câmara Municipal de Loures, essa pressão junto do Governo irá existir e no sentido de criar linhas de financiamento», garantiu Ricardo Leão.


Hugo Martins ameaça abandonar projeto

A necessidade do autarca de Loures se explicar perante a Assembleia Municipal surgiu na sequência das declarações de Hugo Martins, na reunião de Câmara de Odivelas de 15 de dezembro, que anunciou a disposição do município odivelense de abandonar o projeto do Metro de Superfície Odivelas – Loures, porque os custos que estão subjacentes ao mesmo, da responsabilidade do Município, já ultrapassam os 50 milhões de euros.

Na reunião do executivo de Odivelas, Hugo Martins explicou que são responsabilidades do Município, designadamente as expropriações e as retiradas de infraestruturas do subsolo. Enquanto, as do Metropolitano de Lisboa, que dispõe de 250 Milhões de euros, referem-se ao espaço canal, instalação da linha, compra do material circulante e o parque das locomotivas.

Relativamente ao Metro de Superfície, Odivelas – Loures, o Município de Odivelas já pagou em Projetos, 300 mil euros e Loures, meio milhão de euros, informou ainda Hugo Martins, que a concluir asseverou: «Se não houver aqui uma alteração nós abandonamos este projeto».

Quer comentar a notícia que leu?