PROTEGER AMBIENTE E COMBATER MERCADO PARALELO

0

Cada família acumula, em média, 11 equipamentos elétricos que já não usa. Por isso a Câmara de Lisboa e o Electrão vão recolher esses «monos», num projeto piloto que abrange três freguesias: Ajuda, Alcântara e Belém

“Estejam na cozinha ou na garagem, nós levamo-los para reciclagem.” é o mote do projeto piloto desenvolvido pela Câmara Municipal de Lisboa e o Electrão – Associação de Gestão de Resíduos, que tem como objetivo promover a recolha de equipamentos elétricos volumosos, diretamente em casa dos cidadãos.

Este projeto, pioneiro em Portugal, e que por enquanto, abrange três freguesias de Lisboa – Ajuda, Alcântara e Belém, tem início a 1 de julho e prolonga-se até 31 de dezembro.  Assim, os residentes nas freguesias de Ajuda, Alcântara e Belém podem solicitar a recolha dos equipamentos elétricos através do número 808 20 32 32 da CML.

Segundo informa a autarquia, a equipa de recolha assegurará a movimentação do equipamento entre a casa, arrecadação ou garagem, até ao veículo de transporte, bem como o seu correto encaminhamento para reciclagem.

Durante o serviço, totalmente gratuito, serão cumpridas todas as normas de higiene e segurança definidas pela Direção Geral de Saúde, nomeadamente a utilização de equipamento de proteção individual.

Esta iniciativa pretende testar um serviço de proximidade ao cidadão para recolha de resíduos, que será um complemento aos atuais serviços já disponibilizados pelo município e à oferta de locais de deposição disponibilizados pelo Electrão. Consulte os serviços municipais de recolha de resíduos no sítio da internet da CML ou a rede de locais de recolha do Electrão em www.ondereciclar.pt.




Este projeto visa complementar o serviço de recolha de lixo volumoso que a Câmara disponibiliza a todos os munícipes, garantindo, através dos próprios meios, a movimentação dos equipamentos elétricos volumosos desde o interior da habitação, permitindo uma maior proximidade na recolha de resíduos volumosos e, consequentemente, uma melhoria da qualidade dos materiais encaminhados para destino final.

Foto: Eletrão

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here