Foram hoje adjudicadas, em reunião de Câmara, as obras no primeiro de nove prédios do Programa de Renda Acessível, no âmbito de um protocolo que a autarquia celebrou com a Segurança Social.

A Câmara de Lisboa vai iniciar, nas próximas semanas, a primeira intervenção num edifício da Segurança Social, na Avenida da República, 102, com 21 fogos, destinada à habitação com renda acessível. Paula Marques, a vereadora de habitação, aquando da entrega de casas no Bairro da Boavista, referiu a Olhares de Lisboa, que o programa de rendas acessíveis “é uma, das grandes apostas da Câmara de Lisboa para proporcionar casas à classe média”.

Na reunião camarária foi, também, aprovado o concurso público para a reconversão de dois outros prédios, na Avenida dos Estados Unidos da América, 37 e 39, com 91 fogos a renda acessível. Na próxima reunião deverão ser adjudicadas as obras no Campo Grande, 6.

No total, este programa colocará mais de 250 fogos e 226 residências universitárias no mercado de arrendamento. As casas começam a ser entregues em 2020

Leia a edição impressa de Olhares de Lisboa  Jornal-OL7-caderno-OP.pdf

 

 

Subscrever notícias via e-mail

Indique o seu endereço de e-mail para subscrever este site e receber notificações de novos artigos

Junte-se a 10.284 outros subscritores

About The Author

Related Posts

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.