RUA DOS PESCADORES NA COSTA DA CAPARICA FECHA PARA OBRAS

0

Durante quatro meses, a Rua dos Pescadores, na Costa da Caparica, vai «fechar» para obras de requalificação, anunciou a Câmara de Almada, referindo ainda que, durante a época balnear, a rua vai estar «aberta» aos veraneantes.

A Câmara Municipal de Almada apresentou, no dia 5 de fevereiro, o projeto de requalificação da Rua dos Pescadores, na Costa da Caparica, que vai permitir «dotar esta artéria emblemática do concelho de uma identidade», e dar-lhe «a dignidade e importância que ela tem», garante Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Almada.

A intervenção proposta para a Rua dos Pescadores consiste na substituição do atual pavimento por lajetas de betão, alternando entre o preto e o branco, mais resistente e de fácil manutenção.

Além da colocação de novos elementos de iluminação e de mobiliário urbano e a plantação de árvores, criando zonas de «ensombramento» ao longo da rua, o projeto inclui a criação de um pórtico em memória da Coroa, que ali existiu outrora, aludindo à vivência histórica da Costa da Caparica.

Proposta de esplanada para a Rua dos Pescadores

Com um investimento estimado de 466 mil euros, a obra será realizada, de modo faseado, prevendo-se que tenha uma duração de cerca de 120 dias. De forma a garantir a normal circulação neste espaço durante o período balnear, de 15 de junho a 15 de setembro, não haverá intervenções.

Inês Medeiros apresentou ainda, durante uma sessão pública que realizou na costa da Caparica, uma proposta de regulamento de ocupação de espaço público e publicidade para a Rua dos Pescadores, apostando em esplanadas com soluções de transparência, leves e modernas.


Segundo a autarca, o futuro «regulamento – que estará em consulta pública em março – pretende tornar a Rua dos Pescadores num espaço público coerente, de continuidade, que seja uma imagem de marca da Costa da Caparica».

O projeto da Rua dos Pescadores integra um conjunto de intervenções de requalificação em curso na Costa da Caparica, nas quais se enquadram o Parque Desportivo do Atlântico, o futuro Museu Vivo de Arte Xávega e os novos acessos e parques de estacionamento das praias