SÃO FRESCAS E BOAS AS SARDINHAS DA 12ª EDIÇÃO DO CONCURSO DE SARDINHAS DAS FESTAS DE LISBOA

«Frescas e boas» são as «qualidades» que o júri da 12ª edição do Concurso Sardinhas Festa de Lisboa vai ter que «apreciar» para poder «glorificar» as seis sardinhas vencedoras. Pelos vistos a EGEAC já abriu a época das sardinhas, mas atenção, estas não são para comer. Só se for com os olhos. Pois a edição deste ano do Concurso Sardinhas Festas de Lisboa já está a postos para receber todas as interpretações do peixe-estrela da cidade.

A EGEAC já nomeou os 6 jurados que vão eleger as 6 melhores sardinhas do Concurso Sardinhas Festas da Cidade 2022 este ano. Nesta 12.ª edição a celebração da longa e rica história do Parque Mayer – o centro da boémia lisboeta e o berço das Marchas Populares (ponto alto das Festas de Lisboa) – serve de mote para o novo desafio à criatividade dos concorrentes.

Na 12.ª edição do Concurso Sardinhas Festas de Lisboa, o diretor criativo do ateliê Silvadesigners, Jorge Silva, o “pai da sardinha”, encontra-se acompanhado por um júri de excelência para a sempre difícil tarefa de escolher as grandes vencedoras do ano.

Bela Silva, versátil artista que trabalha em escultura, ilustração e arte pública; o bem-humorado Hugo van der Ding, que além de humorista é apresentador de rádio e televisão, cartoonista, cronista, escritor e ator; a artista plástica, performer e professora Susana Mendes Silva e o reconhecido designer e criador de moda Valentim Quaresma. Todos aceitaram o convite e o desafio da EGEAC para esta missão (quase) impossível.

Cabe à jornalista e autora de mais de 60 livros infantojuvenis Maria Inês Almeida dividir com Jorge Silva a decisão sobre a vencedora da Turma da Sardinha – concurso destinado exclusivamente aos alunos do ensino básico e que regressa este ano.

Serão seis as sardinhas vencedoras, cinco do concurso geral, cada uma delas com um prémio no valor de 1.500 euros, e uma da Turma da Sardinha, com um prémio no valor de 2.000 euros.





O concurso decorre até 4 de abril e, este ano, há duas boas razões para criar sardinhas brilhantes: o regresso das Festas de Lisboa e a comemoração dos 100 anos do Parque Mayer. Espera-se uma edição glamorosa, cheia de cor e talento.

Se para participar não há barreiras, para imaginar o céu é o limite. Na esfera da criatividade, a única regra é mesmo a originalidade e a inspiração faz o resto.

Nos 100 anos do Parque Mayer a Sardinha será a estrela principal e estão todos convidados a participar nesta competição promovida pela EGEAC. Cada candidato, individual ou em co-autoria, pode apresentar a concurso um máximo de três sardinhas, as propostas devem ser submetidas até às 18h do dia 4 de abril. Os vencedores serão anunciados até 31 de maio.

Conheça mais do júri 12.ª edição do Concurso Sardinhas Festas de Lisboa

O regulamento do Concurso está disponível Aqui e no site www.culturanarua.pt

Quer comentar a notícia que leu?